23 de fevereiro de 2018

Mini Maratona de Lisboa

Estou a pensar seriamente inscrever-me na Mini Maratona. Não tenho corrido, há muito tempo, fiz uma corrida de 5 km há uns meses largos com umas amigas, mas tenho ido ao ginásio três vezes por semana e gostava de atravessar a ponte a correr. O meu filho mais velho goza comigo, que eu sou lenta, e que corre 5 km em menos de nada. E eu lancei-lhe o desafio: amanhã vamos os dois correr para a cidade universitária e vamos ver quem acaba os 5 km sempre a correr!

22 de fevereiro de 2018

O meu pai no meio da minha pesquisa

Estou a fazer pesquisa sobre um tema específico da guerra colonial. E no meio dos vídeos e documentários e tudo o que ando a ver estou sempre a olhar para a cara dos militares à espera de ver o meu pai, muito novo, como o conheço das fotografias daquele tempo, a sorrir para mim... É incrível como há tanto tempo, quase desde a morte dele vai fazer 8 anos, não o sentia tão presente em mim, não senti tanto a falta dele... Adorava poder conversar com ele sobre este meu tema, ouvir os relatos, saber se conheceu as protagonistas da minha pesquisa... Tem batido aqui uma saudade que nem sei explicar.

Endometriose

Acabei de ler este artigo. Já se começa a falar um pouco mais sobre esta doença, que me afecta desde que comecei a ter o período. Tinha tantas, mas tantas dores e lembro-me da minha mãe dizer que fazia parte... Depois de uma crise tão grande de dores, nem conseguia andar, fiz uma ecografia. Tinha 19 anos. Ao contrário da maioria das mulheres eu fui logo diagnosticada e operada(uma tia minha que é médica tem a mesma doença e encaminhou-me logo para um colega ginecologista e cirurgião). Foi a primeira de duas cirurgias que já fiz até ao momento por causa da doença. Tive dificuldades em engravidar, tive 3 abortos, mas graças a Deus consegui ter três filhos maravilhosos. Infelizmente, muitas mulheres que sofrem com esta doença nunca conseguem concretizar o sonho de ser mães. Tenho a doença e a dor controladas, com a toma de pílula contínua, mas sou vigiada de perto e faço exames anuais porque esta doença não tem cura e, volta não volta, aparece. 

Quem adormece depois de deitar as crianças ponha o dedo no ar!

Não adormeço a deitar os meus filhos, mas se me deito na cama para ver um filme é certinho... Ontem comecei a ver o filme "Água aos Elefantes" e estava a gostar imenso. 


O problema é que adormeci. E não foi porque o filme era mau ou chato, bem pelo contrário, o filme era delicioso, emocionante e muito bom... Mas o cansaço venceu... Espero conseguir hoje ver graças à maravilhosa tecnologia das gravações automáticas, mas se hoje adormecer é na sala, que no quarto não tenho box.

"As crianças precisam de arte e histórias, poemas e música, tanto quanto precisam de amor, comida, ar livre e brincar!"

Vale a pena ler:

Children need art and stories and poems and music as much as they need love and food and fresh air and play. If you don’t give a child food, the damage quickly becomes visible. If you don’t let a child have fresh air and play, the damage is also visible, but not so quickly. If you don’t give a child love, the damage might not be seen for some years, but it’s permanent."

Traduzido aqui, mas quem conseguir leia o original!

Biblioteca das Galveias

A minha pesquisa ontem levou-me à renovada Biblioteca das Galveias e fiquei encantada. Como está bonita e funcional...  O espaço é fantástico, fazer o cartão é gratuito. Estive lá a trabalhar e ainda requisitei um livro muito giro para os meus filhos. E acho que vou começar a requisitar alguns livros para eu ler porque apesar de adorar ficar com os meus livros quase que já não tenho quase espaço... As bibliotecas de Lisboa funcionam em rede e se o livro que queremos está noutra biblioteca, é só pedir. Não há desculpas para não ler ou para não apresentar livros novos aos nossos filhos. 







20 de fevereiro de 2018

Adoro quando o meu trabalho me leva a viajar no tempo...

Sempre gostei de pesquisar, de meter o nariz no passado, em revistas e jornais de outra época... 

Há coisas que me transcendem!!

Os médicos particulares que chegam sempre tarde, começam as consultas sempre arrastados e não cumprem horários!! Acho uma falta de respeito pelos pacientes! Eu gosto muito da minha ginecologista, mas estes atrasos dela enervam-me! Não há uma única consulta que comece a horas. Estou marcada para as 9h15 e a médica ainda não chegou... e tem pacientes marcados desde as 8h30 da manhã!! 

19 de fevereiro de 2018

Educar sem gritos e de forma positiva é o maior desafio da minha vida!


"Como lidar com as respostas tortas das crianças" Um artigo interessante com o ponto de vista da Magda Dias sobre a parentalidade positiva. Vale a pena a leitura. 


Ementa Semanal

Boa semana!!

2ª feira
Jantar: Bifes de peru gratinados no forno com cogumelos, queijo e espinafres. Acompanha com puré (batata e courgete) e Bimis salteados.

3ª feira
Jantar: Lasanha de carne com salada verde

4ª feira
Jantar: Peixe assado no forno

5ª feira
Jantar: Perna de peru assada no forno com abóbora, cebola, batata doce, batata, cenoura e courgete

6ª feira: Bacalhau gratinado com legumes

Sábado e Domingo
Já sabem que por aqui ao fim de semana não há refeições planeadas, invento e aproveito sobras que ganham nova vida...

17 de fevereiro de 2018

Filme de sexta à noite

Depois de ontem ter feito uma colonoscopia para ver se a endometriose não tem feito das dela, e felizmente e graças a Deus não tenho nada no intestino e está tudo bem, à noite eu e o maridão enroscamo-nos no sofá para ver um filme, cujo trailer me tinha deixado curiosa. E gostámos imenso!! Muito giro!


Dormir em casa de amigos!

Quando era miúda adorava ir dormir a casa das minhas amigas e adorava que elas viessem dormir a minha casa. Era uma gesta! Quando metia férias ainda melhor! Os meus filhos mais velhos são iguais. Acho que com a idade do Afonso, 4 anos, não ia dormir a casa de amigas, nem o Alexandre foi tão cedo, mas já se sabe que os segundos e terceiros filhos são sempre mais despachados! Hoje o Alexandre foi convidado para ir dormir a casa de um amigo da escola. O Afonso ficou triste, adora aquele amigo do irmão que costuma vir muitas vezes cá a casa, mas nós explicámos que ele não tinha sido convidado. É importante que eles percebam que nem sempre têm os mesmos programas e os mesmos convites e têm de saber lidar com isso e com a frustração inerente. Ele lá aceitou. Quando fomos levar o Alexandre a mãe do amigo dele perguntou-me se o Afonso gostaria de ficar. Eu disse que sim, mas que ela já tinha três dela mais o meu e  que não queríamos dar trabalho... mas eles são um casal parecido connosco... há sempre espaço para mais um amigo ou um sobrinho dormir. Haviam de ver os olhos do Afonso a brilhar quando lhe disse que se quisesse também podia dormir, que tinha sido também convidado. Ficou tão feliz, mas tão feliz!! E lá ficaram os dois para jantar e dormir. A Kika é que parecia um disco riscado durante a noite: os mãos? Os mãos? Que é como quem diz: os irmãos? Os irmãos? E eu lá fui explicando que hoje os irmãos iam dormir a casa do Rodrigo... tenho a certeza que estão felizes!! E não há nada que nos deixe mais felizes que a felicidade dos nossos filhos! E fomos jantar fora com a Kika que recebeu atenção exclusiva de filha única!!