30 de junho de 2012

Baunilha e Chocolate

Não o compraria de certeza mas apanhei-o aqui na casa de praia, comecei a ler e li-o em menos de 2 dias. Gostei. Leitura simples, mas uma história engraçada. Gostava de colocar fotografia, mas não estou a conseguir.

29 de junho de 2012

Vidas de férias em família

Hoje lembrei-me de como eram as minhas férias de solteira, como eram as férias com o meu marido e como são agora, desde que sou mãe. Férias de solteira: Um grupo de amigas num T1 a rebentar pelas costuras em Vila Moura, depois em Marbelha e uns anos mais tarde na Zambujeira. Saíamos até de manhã, dormíamos pouco, íamos para a praia, copos ao fim da tarde, sesta, banho, jantar e night até de manhã; paixões de verão; torrar ao sol; máquihagem e roupas fashion à noite. Era uma semana que nos deixava exaustas, mas de papo cheio. Copos no Capitulo IV, saídas no Klube, capifrutas no Espera-me Entrando na Zambujeira, pequeno almoço antes de ir dormir... Férias de casada sem filhos: Muita praia depois do meio dia, almoço à beira mar, leituras na areia, muito namoro à beira mar, jantares fora regados por sangria branca, música e copos ao início da noite, um filme antes de deitar. Sem horas, sem compromissos, só nós os dois... Férias depois de ser mãe: Praia de manhã até ao meio dia, almoço preparado em casa, dar almoço ao filhote e almoçar, sesta (do filho e dos pais também), praia depois das 16h, protector solar para toda a familia, não há descanso na praia. (No ano passado era pior porque ele fugia e comia areia e este ano já brinca de outra forma e quer é banhos, mergulhos, gelados e Bolas de Berlim) regresso ao fim do dia, banhos, jantares, pequenos passeios pela marginal da vila, gelados, história da noite, deitar a criança e, às 11 da noite também já estou pronta para ir para a cama. Depois de ter sido mãe também a minha mãe se tem juntado a nós para uns dias de férias. Ela adora estar com o neto e connosco e nós com ela e, verdade seja dita, dá uma grande ajuda! Principalemnte para termos um tempinho para namorar ou uma escapadela para um almoço ou jantar romântico. É giro ver o nosso percurso e é bom viver as coisas na altura certa. Já gozámos muito a noite, a borga e as festas e agora sabem-nos muito bem estas férias familiares em que desfrutamos imenso do nosso filho e da nossa família. Os dias são mais longos, as noites mais tranquilas, mas detamo-nos e acordamos felizes. Adoro ser mãe de família e a vida que tenho e só quero que o meu homem se junte a nós amanhã, que já estou cheia de saudades dele. E vou agora ali ligar-lhe. Boa noite.

Xixi no pijama

O desfralde do meu iolho está a correr muito bem e quase não tem havido acidentes, mas esta noite às 4 da manhã acordei com o meu filho ao meu lado a dizer que tinha feito xixi. Estava ensopado. Fui mudá-lo e enfiei-o na minha cama. Não ia mudar lençóis e acordar o primo que dormia no beliche ao lado. Quando o deitei disse que tinha fome e que queria cereais. Eu tinha estado a ler até às duas da manhã, aproveitando a minha semana de solteira para me deliciar com leituras, e estava a dormir em pé, mas o meu filho estava com a pica toda. Lá fomos para a cozinha, preparei a taça de cereais (chocapic, estrelitas e kellogs's) e senteis-o num banco, mas sua alteza disse que era crescido e queria comer os cereais na varanda. Estava uma ventania doida e, além disso, não me sentia com vontade de ir abrir as portadas aquela hora. Disse que era muito tarde, que estava toda a gente a dormir e que também nós tínhamos que dormir, apesar dele insistir em querer jogar raquetes. Lá o consegui enfiar na minha cama e adormecemos os dois, enroscados e aninhados, até de manhã. Em dois anos e meio de vida é a primeira vez que ele passa tantas horas na minha cama. Acho que ele percebe que há um lugar vago e como consegue sair da cama sozinho, e sente-se muito independente, nada melhor que muar de poiso a meio da noite. Mimos de férias...

28 de junho de 2012

Primos irmãos

Um dos meus 7 sobrinhos - quase a fazer 12 anos - veio connosco e adoro ver a relação dele com o meu filho. Desde que o meu filho nasceu que eles são muito amigos e quase irmãos, pois adoram-se, abraçam-se e de vez em quando zangam-se e refilam um com o outro. Passam sempre os dois por meus filhos, até porque o meu filho é muito parecido com o primo e eu acho muito gira a relação deles. Sempre achei que os irmãos deviam ter idades próximas para serem mais cúmplices, mais amigos e terem mais em comum, mas a relação destes primos veio mostrar o contrário. Mais importante é a convivência, a partilha, os momentos de cumplicidade e a educação que lhes damos. E estes dois são como irmãos. O facto do meu sobrinho nos adorar e passar imenso tempo connosco - só agora veio 3 semanas - é determinante para a relação deles. E de pensar que quando eu estava gravida diziam que o A. Não ia gostar do primo, que ia ter ciúmes e achar que o nosso Baby ia roubar a atenção dele. Disparate. Não deixamos de gostar dele nem de ter tempo para ele, ganhou foi um primo, que é como fosse um irmão.

Estou tentada a comprar pratos de papel

E copos, talheres e afins. A máquina de lavar a loiça estragou-se. Já cá veio um técnico, mas parece que o problema está no cérebro da maquina, no programador. Amanhã tenho orçamento, mas deve ser muito caro e não valer a pena o arranjo. De qualquer forma vai a discussão familiar. O meu marido e os 7 irmãos que decidam... Mas decidam rápido, por favor. Odeio lavar loiça à mão, mas não é isso que vai estragar estas férias tão boas.

27 de junho de 2012

Portugal - Espanha

Trouxemos as bandeiras para logo assistir ao jogo e gritar por Portugal, mas não é que o meu filho hoje de manhã disse que era Espanha que ia ganhar. De onde lhe veio tal coisa? Esperemos que não esteja armado em polvo adivinho e que esteja errado. Logo queremos ver Portugal ganhar!

Só faltas tu, Amor

Contamos os dias até te juntares a nós para que as férias fiquem perfeitas. Entretanto, o nosso filho já sabe jogar raquetes e já anda nas ondas comigo e com as braçadeiras. Desde que as ondas sejam pequeninas, claro! Graças às tecnologias podemos mandar-te mensagens, fotografias e beijos. Bom trabalho, amor das nossas vidas.

26 de junho de 2012

Caladril

Ele fica cor de rosa e a roupa também, mas é o melhor para colocar na pele depois de ter sido comido pelas melgas. O primo que dorme no mesmo quarto não foi picado, a avó no quarto ao lado também não, eu ouvi uma melga no meu quarto, mas nem me tocou e o meu filho de manhã era uma baba pegada. No ano passado foi igual e este ano já vim preparada com o Caladril, que alivia a pele e seca as babas. Logo vou pôr aqueles aparelhos da tomada para ver se as metas não atacam outra vez o meu filho.

Vidas de mãe derretida

Isto das férias é uma maravilha. Depois de um ano de muito stress, horarios rigidos e trânsito não há nada como deixar Lisboa para trás ( só é pena que o pai não tenha vindo logo) e vir para uma terra de calor, praia e animação nas ruas. O carro fica na garagem e andamos sempre a pé, de havaianas ou crocs nos pés e os dias são grandes e as noites apetitosas. Ontem depois de jantar na varanda - outra maravilha desta casa - fomos dar um passeio pela vila onde estamos e o meu filho exclamou de alegria: festa! Imensas pessoas na rua, músicos a tocar, barraqueiras de gelados e de vendas ambulantes. Depois do prometido gelado - a coisa que o meu filho mais adora no mundo - disse que tinha de ir comprar uma lar ao senhor. Perguntei-lhe para quê, sem perceber bem a conversa, e ele disse que era para oferecer à mãe. Acho que se ele a seguir me tivesse pedido uma Mota eu tinha-lhe dado... E é assim, o meu piolho, tem tanto de terrorista e de demolidor çe castelos de areia como de ternurento.

Vidas de 2 anos e meio

A poucos dias de fazer dois anos e meio o meu filho está um crescido e comporta-se como tal, com muito orgulho. Fez a viagem Lisboa - Algarve sem fralda e sem acidentes. Parámos numa bomba e ele fez xixi, depois de eu lhe ter perguntado se tinha vontade e ele ter dito que sim. Chegados à casa de praia achou que já não precisava de cama de grades e quis ficar no beliche debaixo ao lado do primo de 12 anos. Pus um colchão no chão para o caso de haver tombos, mas a noite foi perfeita. Sem quedas nem xixis. Apenas uma visita ao meu quarto às 6e meia da da manhã a pedir para ir para a praia. Eu disse que era muito cedo, aconcheguei-o na minha cama e dormimos até às 9 e meia da manhã. Depois de uma bela manhã de praia e um almoço na varanda dorme agora a sesta na cama dos crescidos. Foi promovido e está feliz!

23 de junho de 2012

A Bimby vai de férias

O Maridão só se junta a nós mais tarde, mas a Bimby segue segunda feira connosco para Sul. Já aqui deixei a receita do queijo fresco e estou completamente viciada. O miúdo também adora. Experimentem! É delicioso. Desde que tenho a Bimby - veio cá para casa em Outubro - que tenho descoberto receitas maravilhosas e feito coisas como massa de pizza, queijo fresco, limonada, gelados, arroz doce, sopas super cremosas, massa tenra e Scones que já fazem parte da ementa cá de casa. Estou quase a aventurar-me nos iogurtes.

Jamor

Hoje descobrimos o parque do Jamor e que bela surpresa. Um espaço fantástico, muito verde, muito bom para os miúdos - pai e filho juntaram-se a dois mini jogadores de futebol e foi vê-los a correr atrás da bola - e para quem gosta de desporto e de ar livre. Há canoas, mínimo golfe, ginásio ao ar livre e ciclovias. Tenho de ir espreitar as piscinas, que hoje estavam fechadas, pois acho que é uma óptima opção para as aulas de natação que gostava que o meu filho tivesse. E vocês? Já conheciam o Jamor. É que vale mesmo a pena. Só os gelados à venda no café é que são vendidos a preços exorbitantes.

Corrida às cuecas

Nao sei se foi por todas as crianças de 2/3 anos estarem a largar as fraldas agora que o calor parece chegar ou se foi da promoção, mas não havia cuecas nenhumas para o meu filho. E, nesta estava, são precisas muitas cuecas. Ele está a largar bem as fraldas, mas continuamos a ter alguns acidentes.

22 de junho de 2012

E agora...

Vou comprar montes de cuecas para reforçar a gaveta do meu filho e depois vou à escolinha dele para a festa de final de curso. E já estou de férias!!! Maravilha! Bom fim de semana!

Cocó na Fralda!

Adorava ir hoje à apresentação do livro da Sónia Morais Santos, mas tenho a festa de anos do meu filho. Mas tenho a certeza que vai ser um enorme sucesso!

E ainda dizem que não se aprende nada com o Futebol!

O meu filho aprendeu a gritar por Portugal. Descobriu a bandeira do nosso país e da emoção que se pode sentir quando a nossa equipa marca um golo. E ontem foi vê-lo a rebolar quando foi golo e mal nós nos levantávamos e começavamos a ansiar pelo próximo golo lá vinha ele e a minha sobrinha rebolar para o chão, em jeito de festejo. Quando dizíamos que não era golo, ele dizia oh... e voltava para as suas brincadeiras. Isto depois de um jantar de caracóis! Que grande festa! Viva Portugal!

20 de junho de 2012

E ainda sobre a despedida das fraldas...

Acabei de receber um email da educadora dele a dizer que hoje foi mais um dia seco! Depois do lanche, hora em que ele habitualmente faz cocó e xixi, ele não queria fazer e ela, para não deixar passar a vontade foi com ele para a casa de banho e leu-lhe a história ("O Gato e o Rato", da Luisa Ducla Soares) e assim conseguiu fazer. Mais uma vitória alcançada e mais uma enorme vontade - e fi-lo - de agradecer a esta mulher pela excelente pessoa e profissional que é e que faz questão de nos manter sempre a par de todos os progressos dos "seus" meninos. O meu filho é um previligiado por a ter na sua vida e eu dou graças por isso.

Depois do jantar na avó Ana, eu distraí-me com um telefonema de trabalho e deixei passar o timming de ir à casa de banho e só quando o oiço a dizer xixi é que parei tudo e percebi o que tinha acontecido. Ele estava aflito. Eu disse-lhe: acontece e quando a minha mãe entrou ele olhou para a avó, envergonhado, e disse acontece... Não dramatizei, não lhe ralhei e disse (o que sentia) que ele estava a portar-se muito bem, que era difícil largar as fraldas, mas que ele ia conseguir e que o ia ajudar. Depois foi tirar a roupa molhada - descobrir que o xixi tinha companhia - e enfiá-lo na banheira para o lavar da cintura para baixo. Foi o segundo acidente em mais de 24 horas, sendo que um deles foi a dormir.

Vamos ver se consigo que ele faça xixi à meia para amanhã acordar seco e feliz para mais um dia!

a vida troca-nos as voltas!

É mesmo assim. O importante é não desistir, não baixar os braços nem deixar de acreditar. A vida pode trocar-nos os planos, mas com amor tudo se consegue. Boa sorte e que o futuro vos sorria. Aos quatro. Aqui, num dos blogues que eu mais gosto de ler.

Comentem!

Já agilizei a questão dos comentários do blogue, por isso, não se inibam de comentar, partilhem as vossas experiências que é para isto que este blogue serve!

Diálogo maravilhoso!

Íamos os 3 no carro e o meu filho está incomodado com o sol nos olhos.

Filho: os meus óculos?

Mãe: Não estão aqui.

Filho: Estão na mochila.

Mãe: É verdade. Tens razão. Queres os óculos escuros da mãe?

Filho. Não. Caem!

E eu e o maridão rimo-nos às gargalhadas!

Xixi na cama...

Não quis fazer xixi à meia noite, bem o sentei no bacio, mas nada e também não nos chamou a meio da noite. De manhã, pensávamos que tinha corrido tudo bem, mas afinal, havia uma grande xixizada na cama. Não desanimar e incentivar. Hoje é o segundo dia sem fraldas. Vamos ver se corre tão bem como o primeiro. A educadora diz que ele está super motivado e quando o deixámos na escola fez logo xixi de pé, como os crescidos.

19 de junho de 2012

E como vai ser a primeira noite sem fralda?

O dia correu na perfeição e ele foi um super mega campeão sem fraldas! Antes de ir para a cama perguntei-lhe se queria a fralda e ele disse que não, cuecas. 3 xixis antes de dormir e nada de água, um resguardo plastificado e desejo de uma noite tranquila e seca, para ele e para mim. Antes de ir para a cama ponho-o a fazer xixi. Como a casa de banho é no andar de baixo levo o bacio até ao quarto dele e esperemos que ele se aguente. Se calhar foi loucura largar as fraldas dia e noite da mesma vez, mas há quem defenda que é melhor e, como não há regras a 100%, decidi seguir o meu instinto e o dele. Muitas noites já acorda com a fralda seca e também é preciso que faça xixi nas cuecas para perceber o desconforto. Para esta fase muita roupa extra, crocs sempre a bombar, paciência e motivação. Só não percebi como vamos fazer a viagem de carro para o Algarve para a semana. Como fizeram com os vossos? É que uma coisa é um xixi nas calças outra é a cadeira do carro molhada.

Férias para a pequenada

No site "Estrelas e Ouriços" descobri algumas hipóteses de actividades para os mais pequenos. São quase todas a partir dos 3 anos, mas vou tentar perceber se dá para inscrever o meu filho.

Em relação ao minimundo estou um bocado irritada. Já tentei marcar visitas, mas não me parecem muito disponíveis. Porquê? Não gosto nada quando as portas não estão sempre abertas e quando fazem grande aparato à volta de uma simples visita.

Por favor, partilhem a vossa opinião que me ajudará a mim e de certo a outras mães que têm o mesmo problema em Agosto que nós.

Novos membros

É bom saber que há quem esteja desse lado a ler as coisas (mais ou menos interessantes) que eu escrevo e gosto muito de descobrir os seus blogues, as suas histórias e partilhar experiências.

minimundo

Alguém conhece? Alguém tem referências para me dar? Encontrei o minimundo na Internet, mas queria ouvir opiniões. Muito agradecida.

Ajuda!

Alguém sabe de um ATL de confiança com actividades giras e educativas para crianças de 2 anos e meio no mês de Agosto em Lisboa? Muito obrigada pela ajuda. Isto de gerir o mês de Agosto com a creche fechada e os pais a trabalhar não é tarefa fácil.

Notícias secas da creche

A educadora do meu filho - que é fantástica - mandou-me agora um email a dizer que a primeira manhã sem fralda está a correr muito bem. Até quer fazer xixi como os crescidos, de pé, e pediu para dormir a sesta sem fralda. Vamos ver como corre, mas para mim já és um grande campeão!

Grande Joana!





Imagens retiradas do site criado para a exposição. Mais informações e fotografias, aqui.

E o nosso convite perdido na mesa da sala. Foi uma pena não termos conseguido ir à festa de inauguração. Deve ter sido fantástico e único.

Têm até às 15 horas de hoje!

Para se inscreverem como dadores de medula no Fórum Picoas.

"quem quiser inscrever-se como dador de medula, pode fazê-lo no Salão Nobre do Fórum Picoas, entre as 10h00 e as 15h00, junto da equipa do CEDACE.

Inscrever-se como dador de medula não custa nada. Consiste em preencher um formulário, e recolher uma amostra de sangue. Não é no momento do registo que se recolhe a medula. O sangue é analisado e arquivado, e fica disponível numa base de dados que é consultada por todos os que precisam, quando andam à procura de dadores compatíveis. Só havendo uma pessoa compatível necessitada de uma doação é que somos contactados para doar mesmo a medula.

Há alguns factores de exclusão, mas a equipa do CEDACE faz essa selecção no momento da recolha da amostra de sangue.

Ainda assim, ficam a saber que pode participar quem:
 - Tem entre 18 e 45 anos.
 - Seja saudável.
 - Tem pelo menos 50Kg.
 - Não tenha recebido uma transfusão de sangue desde 1980."

Tirei toda a informação do blogue da Laurinda Alves.

Colorir a Vida!

Adoro vernizes. Adoro unhas coloridas - este verão estou a arrojar - desde que o pé e a mão estejam em pendant.


Esta semana estou em laranja, mas para as férias vou apostar no rosa pastilha elástica!

Sem fralda!

Hoje é um dia especial. O meu filho foi para a escola sem fralda. Umas cuecas, umas calças e umas crocs para o caso de haver acidentes. Já aqui disse que o meu filho é um tira linhas magrinho e hoje sem fralda, coitadito, tive de ir buscar calças de 12 meses, apesar dele ter 2 anos e meio e mesmo assim estavam grandes. Magrinho, mas cheio de energia e vitalidade. Tem tempo para ser gordo e o grande problema mundial é a obesidade infantil e não o contrário. Estava tão orgulhoso! E eu e o pai também Mal entrámos na creche anunciou aos quatros ventos que não tinha fralda e foi logo à casa de banho. Tem um bom dia, filho do meu coração!

18 de junho de 2012

Sou uma mãe moderna!

Quem o disse foi o questinário da Nivea, que fiz aqui.

Diz que sou " enérgica, carinhosa e dedicada à sua família. E quer esteja a cuidar a tempo inteiro de uma casa movimentada ou a conciliar um emprego pago com a maternidade, está sempre ocupada."

Depois até ia ver onde é que ia o tal Q10 Fitness Clube, mas nesta parte

Sim, eu quero juntar-me ao Q10 Fitness Club e declaro que li, compreendi e aceito ambos os Termos de uso e os termos de recolha e uso de dados pessoais que constam de Politica de privacidade

tentei ir ler os termos e a politica e não estava disponível a página. Paciência. Não dei os meus dados.

E até me sinto mal por ter estado de neura!

Belo murro no estômago que levei! PUm! Até estou atordoada. Do blogue da Cocó cheguei a este blogue e caiu-me tudo ao chão. E é assim. Deixa-te de merdices, miúda! Tens tudo e mais alguma coisa para seres feliz, acima de tudo um filho que amas e que podes beijar todos os dias e um maridão com quem viver, partilhar e dormir todas as noites, mais todas as outras coisas que tanto desprezamos até ficar sem elas. Por isso. Sorri e deixa de ser mimada e parva! Mais uma bofetada e a neura foi embora! Sabemos estas coisas todas, mas quando as lemos na primeira pessoa é outra coisa!

Salvar vidas no Fórum Picoas

Eu já faço parte da lista. E vocês? Não custa nada e pode significar MUITO. Mais informações aqui.

Fralda seca!

O meu filho hoje andou o dia todo com a mesma fralda, sempre seca! Foi sempre à sanita e está a ficar tão crescido que já lhe disse que amanhã vai para a escola sem fralda. Mando umas mudas de roupa, just in case... É que hoje também foi a primeira manhã em que ele acordou com a fralda seca para ir logo à sanita. Como cresce depressa! Nas férias que se aproximam é que vai ser dizer adeus às fraldas de vez!

Para combater a neura...

Nada melhor que os abraços do meu filho. Nada mais perfeito que nos deitarmos no chão a aprender palavras novas com o livro do Uki. Nada mais reconfortante que os seus abraços apertados, os seus beijos e o seu amor.

e ainda sobre a neura

Acho que me está a faltar fazer ginástica. Desde que deixei as aulas pós parto que nunca mais arranjei tempo para ir ao ginásio. Houve uma altura em que ia com uma amiga / colega de trabalho e aquilo era uma maravilha. Íamos à hora de almoço ou ao fim do dia. Com todas as mudanças na minha vida, incluindo a mudança do local de trabalho para 30km fora de Lisboa e ter de deixar família e recolher no regresso, pois carro só temos um (e ainda bem, que estacionar dois naquela rua do diabo era coisa para loucura assumida) e o fim da tarde quero passá-lo com o meu filho, que vejo menos do que gostaria e de manhã já bem basta ter de acordar à hora que toca o despertador e não me consigo levantar mais cedo para ir correr ou treinar. Mas preciso de libertar energia. Sinto falta de suar numa aula ao som da música. É mais um dos meus desabafos.

Relatos da neura

A neura ainda não desapareceu completamente. Não há nada em concreto para esta má vontade da minha parte, mas há muitas coisas que me irritam e me incomodam. Reagi mal a este aborto. Sinto revolta. Fúria. Há um ano que andamos nisto, meses e meses para engravidar, um positivo e depois um desgosto. Meses e meses, mais um positivo e mais uma perda. Irrita-me estar num jantar rodeada de 4 grávidas felizes. Tirando os blogues que sigo e as amigas do coração irritam-me as grávidas que se queixam de estar enjoadas. Não me levem a mal. Não sou má pessoa, mas estou irritada. Agora também embirro com a minha casa. Ou melhor, com a minha rua sem estacionamento que me obriga a deixar o carro a milhas e a subir a rua toda mais os 3 andares com sacos, carteiras, mochilas e filho às costas. Descarrego no meu marido. Ontem ele queria falar, perceber o que me ia na alma, mas eu não queria. Não me apetecia dizer nada do que aqui partilho. Acho que os meus motivos são rídiculos. Espero que ele não venha cá espreitar. É o meu desabafo. A minha angústia. Quero lugar para o carro e um jardim para o meu filho brincar e recebermos os amigos. Estou farta dos pêlos das gatas e de ser sempre eu a mudar a areia. Discussões por causa dos gatos é a coisa mais estúpida do mundo. Discutir à frente dos filhos é horrível e todas as pessoas/psicólogos/pediatras/pedopsiquiatras/amigos e vizinhos condenam, mas ultimamente aconteceu-nos. A pessoa não só se sente mal pela discussão, mas por irmos os 3 no carro e ele lá atrás ter ouvido as vozes menos harmoniosas dos pais. Sinto que ele percebe. Fica muito calado e não diz nada. Sei que é pecado e imoral uma pessoa queixar-se quando tem um marido que ama, um filho saudável, inteligente lindo e que diz que é feliz, uma boa família e amigos do coração, mas há alturas em que estamos do avesso e de mal com a vida. Numa altura de crise (em que há famílias inteiras desempregadas e forçadas a perder as suas casas) não devia ser egoísta e pensar que gostava era de uma casa nova. Espero que esta núvem que se abateu sobre mim passe e que eu volte a sentir-me a mulher mais feliz do mundo.

Brinca e aprende com o UKI

No meio da asneira que é ir com um filho pela mão, sem carrinho, sem cadeirinha, sem nada, porque entrámos no Jumbo só para comprar pão, eis que o levo à zona dos livros infantis, enquanto esperávamos pelo pai. Primeiro, viu um Ruca e eu achei que o ia querer trazer, mas depois viu o Uki e encantou-se. Passou o fim de semana com o livro para todo o lado muito satisfeito. Ainda bem que gostas de livro. Fico tão feliz!

A nossa segurança social

É verdade que as coisas melhoraram, os serviços estão mais rápidos e mais eficazes, mas ainda há coisas que não lembram a ninguém. Por causa do meu aborto tive direito a baixa e a médica passou-me para 2 semanas e seguiu logo pelo computador dela. Muito moderno. No entanto, teve de me dar um papel, pois como foi aborto espontâneo tinha direito a receber o meu ordenado a 100%. Nesse papel, ia a dizer que eu tinha sofrido aborto espontâneo num sábado e a baixa começava a partir de segunda feira, uma vez que eu não trabalho aos fins de semana. Conclusão: não consideram a baixa por causa do aborto porque houve um dia de interrupção! Telefonemas e mais telefonemas e lá me explicaram que a médica tem de antecipar a baixa para o domingo que é para poder ser considerada em consequência do aborto. Isto faz algum sentido?! E tenho de lá ir entregar em papel!

17 de junho de 2012

Domingo de neura

De manhã à noite com uma neura daqui à China. Valeu-me o meu filho dizer "estou feliz!" com aquela sinceridade e alegria que só os mais pequeninos têm, quando íamos no carro para casa dos primos para me arrancar um sorriso. Deitei-me com a neura, acordei com a neura e assim fiquei. Resta-me amanhã acordar mais bem disposta para iniciar uma semana. Semana essa em que regresso ao trabalho, depois da baixa, mas nem isso me anima, pois há muito que o bom ambiente é só de fachada. Tempos melhores virão.

14 de junho de 2012

Queijo fresco na Bimby

Uma delícia. Partilho aqui a receita:


1 litro de leite gordo do dia
20 gotas de coalho
100 gramas de leite em pó (gordo)
sal q.b

Coloque no copo o leite, o leite em pó e o sal e programe  37º, 10 Min, vel. 4. Junte o coalho e mexa mais 30 segundos na vel.4. Retire da bimby e coloque num recipiente em vidro e deixe repousar 1 hora. Depois faça cortes no queijo para que comece a sair o soro deixando repousar mais uma hora.

Coloque o queijo no cesto da bimby com um prato fundo por baixo e leve ao frigorífico, até ao dia seguinte. Vá retirando o soro que fica no prato onde vai colocar o cesto. No dia seguinte pode desenformar.

O coalho compra-se na farmácia. Deve ser líquido e normalmente os farmacêuticos têm de mandar vir. Chega no dia seguinte e 1 frasco custa cerca de 90 cêntimos.

Dica: podem usar o soro para fazer pão. Em vez de colocar água, colocar o mesmo peso de soro.

Sugestão de leitura para os mais pequenos


Uma história deliciosa com umas ilustrações muito bonitas e ternurentas. Um excelente livro para ler ao deitar. O meu filho adorou e eu também. E o melhor de tudo é que tenho conseguido transmitir ao meu filho a importância e a maravilha dos livros.  Todas as noites, antes dele ir para a cama, temos o nosso momento em que lhe conto uma duas ou até três histórias e é giro ver como ele já me vai ajudando a contá-las, apesar de não saber ler.

11 de junho de 2012

Sesta tardia = falta de sono à noite

23h de Domingo

Filho: Mãe! Mãe! Minha mãe!

Mãe sobe as escadas pela 10ª vez.

Mãe: O que foi, filho?

Filho: Quero acordar, mãe!

Foi uma animação até o pai lá ter ido. O pai regressa e já não se ouve nada.

Mãe: O que é que fizeste?

Pai: Nada. Sentei-me só um bocadinho ao lado dele...

10 de junho de 2012

Vida de fim de semana

Andamos desde sexta feira na mais perfeita rambóia. Eu estou cansadíssima, que o meu corpo ainda não foi ao sítio desde o aborto que sofri faz ontem uma semana, mas o meu filho anda feliz de festa em festa, de casa em casa e de um lado para o outro. Neste momento dorme a sesta e só espero que depois durma à noite. Eu vou fazer moqueca de camarão e peixe para o jantar e um gelado de manga para a sobremesa. E esta semana fico a trabalhar em casa e vou fazer os exames e as análises que a minha médica pediu para depois delinearmos um plano para a próxima gravidez, pois vamos fazer tudo para eu não ter outro aborto.

9 de junho de 2012

Ao som de Rui Veloso

Depois de uma jantarada em Familia e entre amigos com o pretexto de ver a bola nada como arrumar a cozinha ao som de Boss AC e de Rui Veloso ao vivo!

Volvo Ocean Race

3 cunhadas e 3 crianças e um fim de tarde ao ar livre com direito a passeio na roda gigante e gelados para todos. O meu Maridão juntou-se a nós e foi mesmo catita. Acabámos em casa de uma delas a petiscar caracóis e digo-vos que o meu piolho e a sobrinha M. de 3 anos foram os que se deliciaram mais. Uma boa maneira de começar o fim de semana.

5 de junho de 2012

Diagnostico e umas compras para animar

E depois de um dia inteiro em consultas, com direito a consulta escola na Mac com um interno a olhar pela primeira vez para um bico de pato e a fazer o exame sozinho, à minha pessoa, com a supervisão da chefe, concluíram que estou bem e não tenho sequelas de mais um aborto. Uns quarteirões depois - passando por uma loucura colorida na zara - fui ter com a minha obstectra que me recomendou um batalhão de exames de despiste de algum problema que esteja a causar os abortos - já 3 no total - me mandou esperar dois meses para depois tentarmos uma gravidez mais vigiada e medicada para tentarmos que não volte a passar por isto. Para mal dos meus pecados não só tenho dificuldade em engravidar como algo que se passa que impede que as gravidezes evoluam. A minha sorte é que tenho o filho mais querido, maravilhoso, meigo, maluco e divertido do mundo, um marido 5 estrelas superior, amigas d coração e uma Familia que me apoia. Com tudo isto mais a progesterona e a minha excelente médica ainda hei-de conseguir ter mais um ou dois filhotes para iluminarem as nossas vidas. Nota: eu nem sou maluca por compras, mas ontem soube-me muito bem desgraçar-me na Zara em frente ao corte inglês que estava com umas coisas lindas e com uns preços fantásticos

A largar as fraldas

O meu piolho, com os seus dois anos e meio, está cada vez mais crescido e mais autónomo. Os xixis já são quase todos no bacio, mas ontem quando chegou a casa pediu para ir à sanita fazer cocó. E não quis redutor nem nada dessas coisas e sentou-se como os crescidos. Depois, decidi que ficava sem fralda até ir para a cama, alertando-o várias vezes para o facto de estar só de cuecas. Nos minutos seguintes era um vaivém para a casa de banho, já de calças e cuecas em baixo para fazer chichi, tal era a preocupação. Tudo correu bem, mas depois de jantar foi ver os desenhos animados antes da caminha e distraiu-se e fez chichi pelas pernas abaixo. Ficou muito aflito e só pedia desculpa, mas eu tranquilizei-o dizendo que os acidente acontecem e que da próxima vez ele conseguiria chegar a tempo à casa de banho. Hoje de manhã disse-lhe que já tinha lavado as sandálias qu notem tinham ficado molhadas, ele abraçou-me e disse obrigado, mãe. Hoje foi para a creche com fraldas e cuecas por cima para durante. Dia a educadora o ir deixando sem fralda depois de ir sozinho à sanita. E assim, um passinho de cada vez, o meu amorzinho cresce.

4 de junho de 2012

34 anos

Foi um aniversario diferente do que eu tinha planeado. Não tive disposição para festas, mas estive com as pessoas mais importantes da minha vida e o meu filho andou pela primeira vez de bicicleta com rodinhas e estava feliz. Cantou-me os parabéns e ajudou-me a soprar as velas. O meu Maridão surpreendeu-me com um lindo texto e um iPad e a minha mãe organizou-me um jantar para eu estar com os meus avós e com a minha irmã. Hoje é dia de consultas e diagnósticos.

2 de junho de 2012

Valeu-me o mimo dos meus amores...

Numa tarde que acabou nas urgências da MAC com um aborto espontâneo. Fomos para lá com o filhote a dormir a sesta na sua cadeirinha, pois foi no carro que me apercebi do que se estava a passar, e quando ele acordou o pai levou-o até mim. Abraçou-me e disse : "não chore, mãe". Depois de ver tirarem-me sangue e colocarem-me um penso no braço, pediu um para ele também, e quando saíamos olhou para mim com a sua cara mais linda do mundo e perguntou: "está melhor, mãe?". Enquanto esperávamos os resultados das análises e uma nova observação trouxe-o para casa onde a avó ia ficar com ele. Expliquei-lhe que tinha de voltar ao hospital porque os doutores iam estudar o sangue da mãe para ver se eu estava boa. Quando regressámos, ele abraçou-me, e disse: Está boa, mãe? Já não tem tosse?" Como eu tossi a semana inteira o meu amor mais amor do mundo achou que eu tinha tido ido ao médico por causa da tosse. Abraçei-o muito, com todas as minhas forças, e dei graças por ter um filho tão maravilhoso como ele... E amanhã faço 34 anos.

1 de junho de 2012

Olá Junho!




É o meu mês e é quando vou fazer a minha primeira ecografia. Mas hoje, vou levar o meu rapagão aos carrosséis!

Feliz Dia da Criança

À mesa, durante o jantar, o meu filho ergue o copo de água.
- Á nossa. Saúde!
Eu e o pai desmanchámo-nos a rir. Às vezes fazemos brindes com ele, que adora. Mas foi o máximo ter sido ele a ter a iniciativa.