30 de junho de 2013

Foi o pai que contou

De regresso a casa, depois de terem ido jantar caracóis e outros petiscos.

Filho: podíamos ir dar mais um passeio.
Pai: passaste o fim de semana todo a passear. E agora já é tarde. Temos de ir para casa. Está lá a mãe e o mano e amanhã é dia de escola...

E passam à frente do passeio marítimo de Algés onde estão a montar o palco do Optimus Alive.

Filho: o que é isto?
Pai: estão a montar os palcos para os concertos de música que vão aqui haver. (...) Gostavas de ir a um concerto de música ao ar livre?
Filho: gostava muito, mas primeiro temos de arranjar os bilhetes...

Um domingo em grande para o meu mais velho

Hoje o mais velho e o pai depois do cinema ainda foram ao parque e depois seguiram para uma esplanada para comer caracóis, petisco que o meu mais velho come com alegria e primor desde o ano e meio de idade. Eu deixei-me ficar por casa, com o baby a dormir, e aproveitei para jantar uma salada a ver o telejornal, sentada no sofá, e numa tranquilidade que me soube muito bem.

Enquanto lhe vestia o pijama e ele me contava as aventuras do filme e da ida aos caracóis...

Eu: para a próxima levas a mãe aos caracóis?
Filho: se o pai deixar eu levo! Mas tens de lhe pedir...

O que eu me ri... E cobri-o de beijos!

Gargalhadas maravilhosas

Com o que é que sonhará o meu amor mais pequenino quando começa às gargalhadas enquanto dorme? Será com as palhaçadas do mano que ele segue atentamente com os seus olhos negros? Será com as graças que os primos lhe fazem? Será com os outros bebés com quem partilha o espaço enquanto a mãe faz as aulas do pós parto? Será com o canto dos pássaros e com o baloiçar das árvores de casa da tia M.? Não sei... Só sei que o meu coração se enche de alegria e salto da cama para ver a sua expressão. E mesmo que já não apanhe a gargalhada apaixono-me uma vez mais por este meu filho, que por estes dias e estas noites, dorme nu e só de fralda... 

O meu filho e o iPad

Lembram-se deste meu post em que falava da loucura em que andava o meu filho de 3 anos e meio com o iPad? Desde esse dia que nunca mais lhe tocou. Já perguntou uma ou duas vezes se pode jogar e eu voltei a dizer que não, explicando sempre o motivo. Ele argumenta que já não joga há muitos dias, o que é verdade, e eu digo que ainda precisa de mais uns dias sem jogar. O iPad, esse, continua por aqui e ele vê-o (apesar de eu tentar que ele não tenha de estar sempre a olhar para ele- longe da vista longe do coração) e controla-se. É incrível como não houve birras nem cenas por causa deste assunto. Acredito que ele próprio deve ter tido a noção de que estava a abusar. A propósito deste tema leiam este artigo da Notícias Magazine, que está muito interessante.

Eu até gosto muito de calor...

Mas isto aqui em casa está demais!!!

O pai e o mais velho foram para o frasquinho do cinema e eu e o mano aqui estamos... A cozer... Esta é a temperatura do meu quarto. Fixe, não é?? A ver se da próxima vez que achar giro e cool remodelar um último andar me lembro do bom que é viver numa estufa durante o verão. E agora vou ali tomar um duche fresquinho a ver se refresco as ideias!

29 de junho de 2013

Festival do Panda

Graças a uma querida amiga hoje eu e o mais velho fomos ao Festival do Panda. Quando entrou no estádio ficou doido com a quantidade de crianças. O Panda estava em palco e o espectáculo tinha acabado de começar. Lá arranjámos um espacinho na relva e o meu filho estava a achar aquilo o máximo. O gangnam style foi um dos momentos altos. Ele cantou e dançou, mas teve muita pena de não poder ir abraçar a Estefânia da Vila Moleza. "Mas eu gosto tanto dela, mãe". O pior foi o calor. Eu pensei que morria assada naquela relva e ainda era de manhã, mas o calor já apertava e muito!

28 de junho de 2013

Pulseira "Estou aqui" parte 2

Nas esquadras perto de mim as pulseiras de localização de crianças "Estou aqui" estão esgotadas. Vou mandar um email para contacto@psp.pt para tentar que me enviem uma pulseira para a esquadra aqui da zona. Só foi pena hoje não ter conseguido arranjar a pulseira. É que uma amiga ofereceu-me bilhetes para amanhã levar o meu piolho grande ao Festival do Panda e era fixe termos a pulseira, pois prevejo grandes multidões. Mas como vamos só os dois, programa de mãe e filho mais velho, não o largo da mão nem da vista!! 

Pulseira "Estou aqui"

A ver se amanhã consigo ir à esquadra aqui perto buscar uma pulseira para o mais velho. No ano passado não fui a tempo, mas este ano gostava que ele levasse a pulseira quando fôssemos para o Algarve. Espero não ter de activar o seu sistema de localização, mas o seguro morreu de velho. Mais informações aqui. Espreitem e descubram a esquadra mais perto de vocês. 

Sessão fotográfica Rosa Vilas

Hoje o meu piolho lindo teve a sua primeira sessão fotográfica à séria! Em estúdio e tudo! A fotógrafa foi a Rosa Vilas e estou ansiosa por ver o resultado final. O meu filhote colaborou, apesar de não lhe ter dado nenhum dos sorrisos maravilhosos que guarda para mim, para o pai e para o mano... Agora é esperar pelo resultado. A ver se é desta que o meu pequenote tem algumas fotografias que lhe façam justiça... Como segundo filho que é a reportagem fotográfica tem deixado muito a desejar. A minha única tristeza maior foi as fotografias da maternidade terem ficado uma desgraça... Mas, pronto, não vale a pena pensar mais nisso e é aproveitar os dias lindos para o fotografar! A ele e ao macaco do irmão que está sempre a fazer caretas nas fotografias. Só a Mariana Sabido é que o conquistou e ele seduziu completamente a câmara e a Mariana... Com direito a declaração de amor e tudo. A ver se um destes dias fazemos outra sessão, desta vez a 4, que da outra vez o baby Afonso ainda estava no quentinho da minha barriga.

27 de junho de 2013

Consulta dos 2 meses

Está maravilhoso, foram as palavras do pediatra. E a mãe ficou feliz, claro está. Para continuarmos a fazer tudo como até agora que está a correr muito bem. Aos 2 meses e 4 dias pesa 4960 e mede 57cm.   Relembro que nasceu com 2960 e com 48cm. Era um ratinho que já se transformou num lindo rapagão, morenaço e lindo!! Continuamos com amamentação em exclusivo e com muitos mimos, beijos e abraços!

Já trouxemos as receitas para a próxima dose de Rotateq e as receitas para a Prevenar porque se tudo continuar a correr bem, como esperamos e pedimos a Deus que continue, só temos consulta em Setembro... Com passagem nos toldos do doutor para dizer olá quando estivermos todos a banhos no Algarve! É que o pediatra, amigo da família do meu marido, faz praia no mesmo sítio e na mesma altura que nós... 

O único conselho, por agora, foi tentar que ele não esteja sempre virado para a direita. É que o rapazinho está sempre com a cabeça na mesma posição e é importante ir mudando. Não só porque o penteado já tem remoinhos malucos e tudo ( é verdade, mas isso não tem importância) como está a ficar com a cabeça mais achatada do lado para o qual está sempre deitado. É normal, acontece, vai ao sítio que ele ainda é todo molinho, mas é bom ir contrariando um bocadinho... Falando-lhe do outro lado para o obrigar a virar-se, mudar a posição do berço... Basicamente, a mãe, a luz da sua vida, está sempre à direita dele o que faz com que ele tenha adoptado essa posição de conforto. 



Era bom que fosse assim tão fácil, filho meu!

Eu a falar com a minha mãe: e depois do dentista corri para a ginástica...

Sou interrompida pelo meu amor de 3 anos...

Filho: ( a tentar baixa-me a saia na zona da cintura) deixa ver se a tua barriga ficou mais pequena...

Eu encolhi a barriga.

Filho: está melhor, mãe! Boa!!

Bebé mais lindo da sua mãe...

Aos dois meses já dorme a noite toda... Acorda por volta das 6 e pouco da manhã, com os primeiros raios de sol, chama-me com uns barulhos fofinhos, mama enquanto ouvimos os passarinhos a anunciar o novo dia... Mama rápido e adormece novamente. É o meu amorzinho mais querido, o meu bebé Afonso... Um doce de bebé. Que Deus o conserve assim e cheio de saúde para sempre! E logo vamos ao pediatra ouvir o que o doutor tem para nos dizer. Mas antes ainda vamos ao centro Pré Pós Parto a uma sessão fotográfica a dois!! Bom dia, vida!!!!

O iPad e as crianças

7h30 da manhã: Filho de 3 anos mal acorda: mãe, posso jogar iPad? Ainda não joguei nada hoje? (...) Só um joguinho pequenino...

17h: Filho de 3 anos a sair da creche: posso ir jogar iPad? (...) Não joguei nada hoje. Quero jogar iPad!!! (...) Por favor, mãe! (...) Eu pedi por favor!

17h15: Filho de 3 anos a chegar à nossa rua: mãe, posso ir jogar iPad quando chegar a casa? (...) Só um joguinho antes de jantar?

17h30: Filho de 3 anos a entrar em casa: o iPad, mãe?

Jogava... ( E eu confesso que às vezes graças ao ipad eu conseguia tratar do jantar, tratar do bebé sem ele estar a fazer asneiras) E quando eu dizia para parar era o fim! Birras e choro!

Está proibido de jogar iPad durante uns tempos. Não consigo ver um filho de 3 anos viciado naquilo e sem vontade de brincar com mais nada. Eu reconheço que o iPad é estimulante e que os jogos que ele joga o obrigam a puxar pelo raciocino, mas tudo nesta vida tem de ter limites. Vai estar uma semana ou mais sem jogar. Expliquei-lhe porque é que não podia jogar no iPad e ele não me voltou a tocar no assunto. Ontem pediu ao pai, a virem para casa, mas o meu marido perguntou-lhe que conversa é que ele tinha tido comigo e ele não disse mais nada. Nem birras, nem choro, nem insistências. Espero que esta pausa o acalme. Eu nunca gostei de jogos de computador, mas o meu marido sim e diz que podem ser, e são, muito viciantes e que o iPad é ainda mais atractivo. Por isso, muita calma... Há já dois dias que não joga e assim vamos continuar.

25 de junho de 2013

O meu cinéfilo

Estreou-se nas idas ao cinema ainda com 2 anos e ao contrário do que podíamos imaginar de um miúdo que não pára quieto um minuto é vê-lo ficar ali, super quieto e interessado, o tempo todo. Já perdi a conta aos filmes que ele já foi ver ao cinema. O último que foi ver foi o Max, desenhos animados que passaram ao cinema, e veio de lá completamente eufórico a dizer "gostei imenso, mãe!" e a contar a história toda.


Foi ao cinema com o pai e é o segundo filme que vê desde que o mano nasceu, há 2 meses, e sente-se super crescido e importante por ele ir ao cinema e o mano não. Eu, apesar de não ter ido, tenho de me safar nas histórias da noite quando ele pede para misturar o Sombra, mais os cristais dos Dinossauros com o pirata Jake e a princesa Aurora!! 

Saudades

Esta noite sonhei com o meu pai e o sonho era tão real, mas tão real que hoje custa-me a acreditar que ele já morreu quase há 3 anos... Que sensação tão estranha... Quase que acredito que se lhe ligar para o telemóvel ele vai atender...

22 de junho de 2013

O ponto alto do baptizado

Hoje foi o baptizado do meu sobrinho M., que chegou à nossa família há um ano quando os meus cunhados, e em certa medida todos nós, o adoptámos. O M. é um traquinas que fez agora 2 anos e hoje, no seu baptizado, teve um momento hilariante quando o padre pega na concha de prata para o baptizar com a água benta o meu sobrinho pensa que ele lhe vai dar a água a beber ( e que calor que estava) e tira a chucha e abre a boca!! Maravilhoso. De dizer que o padre era fabuloso. Falou pouco e bem, apenas sobre a importância do amor e deixou os miúdos andarem à vontade. Quando nos juntámos todos em redor da pia baptismal abençoou com a água benta os meus sobrinhos e filhos várias vezes e eles acharam o máximo. Depois a festa continuou com muita conversa, brincadeiras e comida boa à mistura... 

21 de junho de 2013

Em versão louca das fraldas

Antes de mais, hoje, no Continente as fraldas estão com 50 por cento de desconto em cartão...

.... E foi o que aconteceu há cerca de uns 5 meses e eu, grávida e a preparar o ninho, assaltei sem dó nem piedade o supermercado. Algumas caixas Dodot do tamanho 0, um pouco mais do tamanho 1 e muitas do tamanho 2, que dá até aos 6 quilos. 

Com os primeiros tamanhos não tivemos problema e foram a conta certa. Com o tamanho 2 a conversa é outra... Ainda tenho 150 fraldas e o baby já precisa de mudar para o tamanho seguinte. Nunca pensei que ele fosse aumentar tanto de peso e crescer como está a crescer. Estava mesmo convencida que ia ser como mano, um linguini magricela. Mas não... Está a crescer bem e a olhos vistos e eu hoje, sensatamente, já me fui abastecer de fraldas tamanho 3 que dão até aos 10 quilos... Já vos disse que o mais velho, com 3 anos e meio, pesa 13 quilos?? Daqui a nada pesam o mesmo... E esta é uma das grandes maravilhas de ser mãe e ter filhos que até podem ser iguais de cara, mas são diferentes e únicos. 

O meu príncipe mais velho

Hoje de manhã na casa de banho.

Filho:  (a querer começar uma birra daquelas mesmo feias)  não queo lavar os dentes! No quero lavar a cara! Não quero soro!! Nada!!!

A coisa começava a complicar-se com o meu marido a ficar atrasado para saírem de casa.

Mãe: sabes que as meninas só gostam de meninos bem cheirosos! Quando chegares à escola e fores abraçar a Marina e a Matilde ( as duas namoradas assumidas) tens de ir cheiroso e muito lavadinho. Muito cheiroso! As meninas não gostam de meninos que vão para a escola sem lavar a cara.

1 ponto para a mãe, queo rapaz é vaidoso e gosta muito das suas namoradas. E lá o comecei a lavar e a arranjar.

Mãe: quando a mãe e o pai começaram a namorar o pai também andava sempre muito cheiroso e perfumado. O pai ia ter com a mãe muito giro e bem cheiroso e depois íamos dançar e dançar!!!

Filho: (encantado) iam ao baile como os príncipes e as princesas?

Mãe: (ri-me, mais uma vez encantada pela ingenuidade e sonho do meu filho) íamos. E dançávamos a noite toda!!!

E acabei de o arranjar com os meus amores a perfumarem-se para sair!!

20 de junho de 2013

E quem é que adora a banheira do mano bebé??

É o meu mais velho! Ele tem um desgosto de não termos banheira. Sempre que pode salta para um banho de imersão na avó ou nos primos. No Algarve, a nossa casa tem banheira, e ele é capaz de lá estar uma hora dentro a brincar. E quando viu a banheira do mano, uma tummy tub, achou que era melhor que nada!


Em modo chinês enfia-se lá dentro e ainda leva os amigos do Toy Story!

18 de junho de 2013

A festa da escola...

A abertura da festa começava com esta música dos Caricas  e respectiva coreografia, que todos eles sabem tão bem. Mas limitaram-se a saltar e a bater palmas.


Mãe: porque é que não dançaste? Tu sabes dançar aquilo tudo...
Filho: estava farto! Dançámos o dia todo e já não queria dançar mais!!

É justo...

E o mais curioso é que de manhã quando o fui levar comecei a cantar a música com ele... Sem imaginar que era a música de abertura da festa! E ele não se descaiu.

Inspirações culinárias

Este livro giríssimo ao estilo dos pantones foi presente de uma amiga e vou experimentar o porco agridoce! As receitas parecem simples e fáceis de fazer. Só tive de comprar alguns molhos específicos da comida asiática e estou pronta! Depois conto como correu!

Andámos em festa...

Entre aniversários, lanches, jantaradas, festas da creche e ser mãe de 2 e mulher de 1 restou pouco tempo para aqui vir! Estamos bem, bem! O Afonso cresce a olhos vistos e já veste roupa de 3 meses, apesar de só para a semana fazer dois. O irmão continua o pisco linguini, mas maravilhoso como sempre! Continua apaixonado pelo irmão e vibrou mais do que eu quando no fim de semana os vesti de igual!! Eu vou indo à ginástica para compensar as festanças em que ando metida. E sábado tenho o baptizado de um dos meus sobrinhos e tenho que caber num vestido lindo... 

15 de junho de 2013

A Aurea que me desculpe...

... Mas eu prefiro a versão do meu filho, que canta animadamente "shrek my back"...




Em vez de "scratch my back"



É a maravilha dos 3 anos!!!!


14 de junho de 2013

Locais para o baptizado

Quem tem ideias e sugestões de sítios giros para baptizar o meu Afonso?? Gostava que fosse em Lisboa ou aqui perto e num sítio com ar livre. Estamos a pensar baptizar o Baby em Setembro e gostávamos de um sítio giro, onde se comesse bem e que estivesse só por nossa conta. Nós baptizamos o mais velho na quinta que era da avó do meu marido em Castelo de Vide. Foi uma festa linda, linda que começou às 4 da tarde e que se prolongou noite dentro ao ar livre. O meu marido já sugeriu voltarmos a fazer lá, mas eu gostava que fosse uma festa diferente ou quase que me vai parecer uma viagem no tempo e parecer que estou a baptizar outra vez o mais velho. se cabar é tontice da minha cabeça... Claro que se não encontrar nenhuma alternativa tcharam fazemos lá e repetimos o sucesso da outra vez, mas eu gostava de estudar alguns sítios em Lisboa ou aqui à volta. Obrigada pelas sugestões. Vão ser entre 80 e 100 convidados, que a família é grande!! 

13 de junho de 2013

Saudades do bivô

A minha avó veio jantar connosco. Como o Maridão chegou cedo jantámos logo e saímos para comer um gelado antes de ir levar a minha avó de volta a casa. A caminho de casa da minha avó:
Filho de 3 anos: vamos onde?
Mãe: levar a bivó a casa.
Filho de 3 anos: (triste) a bivó fica sozinha?
Mãe: fica, filho...
Eu ia apertada atrás entre as duas cadeiras, mas comecei a ficar com o coração e a garganta apertados pois já imaginava onde ia parar a conversa.
Filho: o bivô está nas estrelas, mas eu quero que ele volte. Ele volta, mãe?
Mãe contém as lágrimas: não, filho, não volta
Filho: mas eu tenho tantas saudades...
Mãe começa a chorar. O filho também.
Filho: o bivô era tão querido. Gostava muito dele...
Mãe: eu também...

E a conversa continuou. A minha avó, mulher de força e de coragem, com os seus invejáveis 90 anos deve ter-se lavado em lágrimas quando chegou a casa. E eu e o meu filho falámos da morte. E ele perguntou coisas como: as pessoas quando morrem ficam deitadinhas quietas e não se mexem mais? Eu quero que o bivô volte. Eu não o consigo ver no céu...  Todas as pessoas velhinhas morrem? Eu quero que o bivô volte novo e sem estar doente...

Mãe: as pessoas quando estão doentes e velhinhas morrem para nascerem outras.
Filho: mas eu não quero um bivô novo. Quero o meu...

Um beijo, querido avô... Quero mesmo acreditar que estás no céu a olhar por nós como disse ao meu filho.



12 de junho de 2013

Fada madrinha!!

O Afonso já tem uma fada madrinha!!

Ups...

Vim tomar o pequeno almoço depois de dar de mamar. Entretanto chegou a minha Maria. Estou eu a meio do pequeno almoço e vejo-a entrar na cozinha com a roupa da minha cama para lavar... E eu que me preparava para voltar para lá para acabar o meu soninho.... Eu sei que é dia de mudar as camas, mas eu pensava que era só lá mais para o fim da manhã....acho que me vou enfiar na cama do mais velho antes da Maria lá chegar!!!

11 de junho de 2013

Coisas que deixam uma mãe super feliz

Estava em nervos porque me atrasei a ir buscar o mais velho à escola. Ia chegar mesmo em cima das 18h, hora de fecho, mas fiquei feliz quando o vi feliz e promovido a brincar no recreio dos crescidos do jardim de infância. Quando me atraso ele estranha e pergunta porque estou a chegar tarde ( é incrível como têm noção do tempo e percebem que é mais tarde que nos outros dias, até por comparação com os que vão saindo). E hoje foi com grande alegria que o meu atraso lhe proporcionou a melhor parte do dia!

O meu mais novo já lê o meu blog

E depois do pedido de ontem só acordou uma vez à noite. Foi bom, mas bom! E com imensos sorrisos à mistura. É que mesmo nas noites em que acorda duas vezes para mamar é sempre com uma boa disposição maravilhosa. O oposto do mais velho que chorou os primeiros quatro meses de vida. Coitadinho. Dele e de nós. foi muito duro. Acho que por isso ainda dou mais valor à tranquilidade, paz, boa disposição e ausência de choro do Afonso. Vamos ver o que os próximos meses nos reservam. Para já, um dia de cada vez a curtir as diferentes fases de crescimento dos meus filhos. In Love!!

10 de junho de 2013

O meu mais novo

É um doce de bebé. O bebé mais tranquilo que já tivemos. Mas agora voltou a acordar duas vezes por noite para mamar. Estávamos tão bem a acordar apenas às 5 da manhã... Agora tem acordado às 3 e depois às 6. Tendo em conta que mama das 3 às 4 e mais uns arrotos. Quando apago outra vez a luz já está ele a cantarolar para mamar. Depois dorme até às 9, mas entanto já tenho o meu mais velho do coração na minha cama... E sabem o que é pior? Sabem o que faço quando estou sozinha com os dois? Ligo a televisão e durmo mais uma horinha enroscada com o mais velho e com o mais novo ali no berço. E tenho imensos remorsos de não estar a ser uma mãe super activa e didáctica com o mais velho. Mas eu não consigo mesmo ter os olhos completamente abertos, dado que tenho umas 4 horas de sono não seguidas em cima. Hoje vimos (viu ele e eu ia abrindo os olhos) o Ratatui e soube-me tão bem. Aquela hora hora e meia da manhã é fundamental para eu conseguir acordar para a vida. E agora tenho de ir... Está na minha hora mimosa!!

9 de junho de 2013

Festança

Juntam-se 14 cunhados, 9 sobrinhos, mais os irmãos e cunhados do meu cunhado também aniversariante, mais amigos meus e respectivas crianças e amigos do meu cunhado e respectivas crias e temos festa da rija. São Pedro foi um porreiro e não nos estragou a festa. É que foi tudo Outdoor na casa do cunhado aniversariante e foi perfeito. O almoço começou por volta da uma e regressámos a casa às 11 da noite. Os miúdos brincaram, cavaram, andaram de baloiço e de escorrega e comeram doces até caírem para o lado. Até desconfiava que hoje o cocó do meu filho ia sair em arco íris, tal foi a loucura com o bolo de aniversário, presente de uma cunhada que se divertiu à grande com o marido e as filhas a fazer um bolo com as nossas figuras. Bolo esse que proporcionou diálogos maravilhosos: vou comer o mano, posso comer o pai??, o Zé não pode comer a mãe... Deixo aqui a foto do bolo. De um lado, eu a dar de mamar, o meu marido (que não é tão careca, coitadinho, mas foi piada da sobrinha mais velha) e o meu filho dentro de água. Do outro lado o meu cunhado em Sagres a pescar um polvo (não dá para ver na foto, mas estava perfeito) e a minha cunhada e o meu sobrinho. Amámos o bolo!!

5 de junho de 2013

Obrigada, Maridão


Amei, amei, amei!! É tão bom ter um marido que sabe exactamente o que gostamos e que acerta em cheio!! Love you, Baby!

Chá anti cólicas

Não acredito em mezinhas milagrosas contra as cólicas e sei que estas fazem parte da vida dos recém-nascidos. Uns bebés sofrem mais que outros, mas é algo pela qual todos passam. O meu filho mais velho sofreu horrores, mas parece que o baby Afonso não tem tantas dores. Mesmo assim, comecei a dar-lhe o Infacol, mas fazia-lhe prisão de ventre. E como ele não tinha assim tantas cólicas decidi deixar de dar. Entretanto, a minha mãe comprou-me no Celeiro um chá à base de funcho que tem funcionado bastante bem. Uma chávena de manhã e outra à noite e o Afonso não tem tido praticamente cólicas e não tem ficado preso. Além disso, o chá é óptimo. 

4 de junho de 2013

Meta pós parto

Lembram-se deste post? O meu marido não se esqueceu da conversa e este vestido lindo foi um dos meus presentes! Não me serve, apesar de ser um L, é um modelo justo. Mas vou pensar nele sempre que me der aquelas fomes de leão em que sou capaz de comer este mundo e o outro e ainda mais um gelado! A minha fome é indescritível! Engordei 7 kg na gravidez, perdi logo tudo numa semana, mas já estou mais gorda outra vez! E se do primeiro filho ia sempre às aulas de pós parto, pois era uma maneira de sair de casa e estar acompanhada, desta vez só me apetece jardim, esplanadas, gelados, almoços à beira rio, lanches gulosos com o mais velho, jantaradas e almoçaradas! Pode ser que aquele vestido lindo seja um bom incentivo!! 


E espero que ele saia do armário até ao final do verão!

O meu aniversário pelos olhos do meu filho de 3 anos

O mais velho passou o dia todo a dizer: a minha mãe vai fazer anos!! Vais fazer anos, não vais, mãe!! E então.... Quando eu me aproximava com o bolo de anos para cantar os parabéns, ele exclama, feliz: é agora! A minha mãe faz anos!!


Bolo de iogurte da Bimby, coberto e recheado com a cobertura de chocolate da Bimby e decorado por mim e pelo meu filho mais velho para quem, bolo que é bolo, tem smarties! Neste caso, m&m's!! 

O meu presente de aniversário pelos olhos do meu filho de 3 anos

Filho: mãe! O teu presente. Meu e do mano.

Agradeço e abro o presente. É um vestido lindo da Mango. Abraço o meu filho e digo que adoro. Pisco o olho ao meu marido, que é fabuloso a acertar nos presentes que me compra. 

Entanto, o meu filho continua a olhar para o fundo do saco de papel.
Filho: o meu presente e o do mano??

Pai: a mãe é que faz anos. A mãe é que recebe presentes.

Filho:(olha para o pai) disseste que era da mãe, meu e do mano...

E o pequenote ficou inconsolável por só eu ter presente. Resolvi facilmente a situação, que já prometia uma birra matinal, oferecendo-lhe o cartão com o talão de oferta! Ele adora cartões e papéis e ficou todo contente! E eu também no meu vestido branco M!!

3 de junho de 2013

35




Já beijoquei os meus amores... O pequenino foi mesmo muito beijocado no nosso tête à tête da madrugada enquanto lhe dava de mamar e o punha a dormir. Já dei graças por este aniversário. O mais velho olhou-me desconfiado enquanto me dava os parabéns e perguntava pelo bolo ( quem faz anos tem bolo, logo, algo se passa). O pequenino dorme depois de ter mamado. É o bebé mais doce, tranquilo e dorminhoco do mundo. O mais velho foi para a creche, que hoje a peça do Peter Pan vai lá fazer as delicias dos mais pequenos. Eu estou deitada na cama. O sol quente entra pela janela. Está um dia lindo e eu espero que o Maridão regresse de levar o piolho à creche para planearmos juntos o nosso dia, que hoje o meu homem não trabalha. Mais logo vou-me aventurar num bolo com smarties e fingers de chocolate e preparar tudo para o pequeno jantar que vou dar logo à noite. A festa vai ser num almoço/ lanche/jantar que eu e um dos meus cunhados, que também está hoje de parabéns, vamos dar no sábado com toda a família e amigos.

2 de junho de 2013

Há pessoas tão estúpidas, tão estúpidas...

... Que até são difíceis de classificar!!!
Eu moro numa zona infernal para estacionar. É um suplicio. Encontrar lugar à primeira volta é milagre, encontrar lugar à porta dá direito a bater as palmas e encontrar lugar em menos de 10 minutos e 1km não é mau de todo. Hoje à hora do jantar vinha eu sozinha com os miúdos. Dei uma volta e nada. Mais uma voltinha e um carro a sair. Esperei e estacionei. Sai do carro. Pus o sling ao peito. Tirei o mais velho. Fui buscar o mais novo e os sacos e ouço assim:
Velha rezingona: não moram aqui e vêem aqui estacionar!!
Eu olho para a janela do rés do chão por cima do sítio onde tinha estacionado.
Eu: desculpe? Está a falar comigo?
Velha bruxa: não! Estou a falar com o carro!!
Eu: mas eu moro aqui...
Velha idiota: não mora, não! Mora ali!! (500 metros) mas gosta de vir aqui estacionar, não é? Se não mora aqui não tem nada que vir estacionar! O meu marido ia agora buscara carro para pôr aqui. Diga! Vá! Porque é que não estaciona na sua rua?!
Eu (já em versão batanetes e com vontade de espancar a mulher) porque não tinha lugar!! Com duas crianças e carregada de sacos só estaciono longe da minha porta porque não tenho lugar à porta! Olhei para o meu filho e disse: anda, que aquela senhora é completamente maluca.
Filho: és maluca!!

E lá viemos nós rua abaixo para casa. Vinha tão enervada!! Há pessoas que só podem ser dementes da cabeça. 

1 de junho de 2013

E como hoje também é o Dia do Leite!!!

Posso dizer que a minha produção aumentou e que o meu filho não se tem queixado. Mamou de noite, mamou de manhã, mamou antes do almoço e depois do almoço e há-de mamar quando acordar da sesta. Mas mamou tanto na última vez, que me está a dar umas horas de descanso. Parece que as minhas maminhas estão a corresponder às necessidades da cria. Que assim continue a boa produção...  

Dia da criança

Hoje de manhã fomos os 4 aos jardins do Museu da Electriciade para celebrar o Dia da Criança. Apesar da enorme fila para entrar, esperámos uma meia hora ao sol, foi engraçado. Infelizmente o meu filhote não conseguiu andar de burro, que estavam a descansar, nem pintar a cara porque a senhora também ia fazer uma pausa, mas valeu a pena. Amanhã também continua a festa. Quem lá quiser ir leve dinheiro, pois as bilheteiras não têm multibanco.

Pico de crescimento das 6 semanas

Parece que está explicada a noite agitada que tivemos de quinta para sexta. Ontem quando estava a dar de mamar aconteceu uma situação aflitiva. O meu filho acabou de mamar e continuava cheio de fome. Quando percebeu que já não havia leite em nenhuma das maminhas começou a chorar, desesperado. Era um choro aflitivo, inconfundível: o meu filho estava cheio de fome e eu não tinha mais leite. Pegava na maminha, largava-a ao perceber que estava vazia e largava-a gritando, desesperado. Liguei para a SOS Amamentação e uma conselheira explicou que estávamos a passar um novo pico de crescimento em que eu precisava de produzir mais leite para satisfazer as necessidades do bebé. Perguntei o que podia fazer para aumentar a produção de leite e a conselheira disse que só o Afonso podia aumentar a produção do leite, estimulando as maminhas e fazendo o corpo perceber que precisava de mais leite. Explicou que este processo demoraria 2 ou 3 dias e que nesta altura o bebé ia andar menos tranquilo e mais incomodado e a mamar em intervalos mais curtos e irregulares. Disse ainda que é uma fase normal, mas uma altura em que muitas mães introduzem suplementos e comprometem a amamentação. (Não me lembro destes picos com o mais velho, mas também não estranho porque a pessoa esquece muita coisa e nesta altura o miúdo chorava sem parar com as cólicas.) Depois do telefonema, regressei para junto do meu filho, que continuava aos gritos e acalmei-o. Com maminha e Aero Om consegui que, a muito custo, adormecesse. Acordou às 3 da manhã e eu tinha leite outra vez. Mamou e ficou consolado. E eu mais tranquila. E agora, vou dormir... Até de manhã, espero eu...

Surpresa aquática

Ontem ao final da tarde apareci de surpresa ao meu filho na natação. Cheguei de surpresa e entrei na água sem ser vista. Quando ele ia mergulhar viu-me, sorriu de felicidade pura, e saltou  para mim. 
Filho: (radiante) ainda bem que conseguiste vir. Obrigada!

Como ontem era dia livre lá brincou, mergulhou, desceu no escorrega e brincou com as bolas, super divertido. E foi bom estarmos ali os três. Ele não perguntou pelo mano e eu também não falei nele.