14 de dezembro de 2017

Diálogos de mãe e filho de 7 anos...

A filha dos meus amigos piorou muito, já não há nada a fazer e já estão em cuidados paliativos, numa fase de grande agonia, e eu falava com o meu filho mais velho sobre a importância da vida, de darmos valor às pequenas coisas, não discutirmos por coisas sem insignificância... e a certa altura disse-lhe que a ida passava muito depressa e ele olhou para mim como se eu estivesse louca: estás a gozar?! Depressa! Passa tão devagar... É tão grande a vida... (e eu aqui percebi que, de facto, só para os adultos a vida passa depressa, porque remos consciência do fim, de que não somos eternos e que de facto os anos voam...) e depois eu disse ainda: infelizmente nem toda a gente vive uma vida longa, há quem morra cedo... E diz ele: Tu já não corres o risco de morrer nova! Já tens 39 anos!! E para mim, hoje em dia, morrer antes dos 70 é morrer super novo!! Deve ser mesmo porque estou a ficar velha!!!!

Programa de saúde oral escolar

Não sei bem qual é o nome deste programa de saúde oral escolar, mas merece uma boa crítica. Eu tinha ido há uns meses colocar uns selantes nos dentes do meu filho de 7 anos e tinha consulta para a semana para colocar nos outros, que é suposto fazer nesta fase. Entretanto, veio da escola um papel do centro de saúde para ir com o meu filho à consulta de saúde oral colocar os selantes em falta. A higienista do centro de saúde foi ver todos os meninos do 2º ano e avaliou a dentição deles e depois chamou-os para uma consulta. O meu filho não tinha cáries, mas faltava-lhe fazer os restantes selantes, pelo que lá fomos. Atendimento 5 estrelas no centro de saúde. Data e hora marcada e atendimento super pontual e simpático. É fantástico este tipo de programas porque permite a muitas crianças ter acesso a determinados tratamentos, neste caso concreto de protecção contra as cáries, que de outra forma não teriam. E a mim também me soube bastante bem poupar o dinheiro que iria gastar na consulta da próxima semana. As pessoas gostam de dizer mal e criticar tudo o que é estado, mas eu termos de educação do meu filho, pelo segundo ano numa escola pública, e do serviço de saúde prestado quer nos centros de saúde quer nas urgências pediátricas públicas a que tenho ido só tenho a dizer bem. E não é porque qualquer coisa me serve, sou bastante exigente, mas ou tenho tido muita sorte ou acredito que estamos cada vez mais bem servidos.

13 de dezembro de 2017

Festinha de Natal dos mais pequeninos❤️

Hoje foi dia de festa na escolinha. A Francisca lá foi ao palco vestida de boneco de neve, mas ficou um bocado especada a olhar para aquele mar de pais... não nos localizava e tal como os da sua classe estava um bocadinho perdida... mas uma mãe nossa amiga que estava em palco com o seu bebé deu-lhe a mão e um rosto conhecido!

O Afonso estava radiante e feliz, disse a sua fala, cantou... fez tudo muito empenhado!! Estava mesmo feliz! E tinha lá não só os pais e avós, mas também o mano grande que saiu mais cedo para o ver e para rever alguns amigos que também lá andaram e que lá têm os irmãos.


Gosto desta escolinha familiar, em que todos se conhecem, onde cada menino tem nome, sabem quem é, do que gosta, onde os afectos são muito valorizados... esborracham os antigos alunos com abraços apertado e beijos com saudades! Foi bom! As actuações são simples, não se alugam auditórios malucos nem se vendem bilhetes, mas as festas de Natal falam de Jesus, do presépio, da chegada do Salvador e não são mais uma festa de Carnaval ao ritmo do samba  e isso para mim é importante e tem sentido.

12 de dezembro de 2017

Serei a única?

Na azáfama matinal de preparar pequenos-almoços, a lancheira, de mandar lavar os dentes e despachar tiro o meu café e são raras as vezes que o bebo... Entre uma coisa e outra, enquanto espero que arrefeça e despacho os miúdos saio de casa e lá fica o meu café na bancada...

11 de dezembro de 2017

Já está! Esta mãe Natal terminou todas as compras de Natal!

Já está! São muitos presentes, ao todo 33, e eu gosto de escolher com calma, fazer boas compras e, acima de tudo, comprar coisas que as pessoas gostem e que precisem. Para mim, o comprar por comprar não faz sentido... Vivemos numa altura de tanto consumismo e cá em casa estamos a tentar inverter um pouco esta tendência ao longo de todo o ano e vamos tentar que o Natal não se resuma à loucura dos presentes.

Ementa Semanal

Bom dia! Aqui vai a minha sugestão para esta semana, que é rica em festas de Natal das escolas!

2ª feira
Jantar: Peixe assado no forno com tomate, cebola, batatinhas e coentros

3ª feira
Jantar: Lasanha de frango e alho francês com salada verde. Um clássico das terças feiras, a pedido dos rapazes que saem da natação a sonhar com lasanha! Mas esta semana não é de carne bolonhesa, mas sim de frango.

4ª feira
Jantar: Panados de peru no forno com arroz de lentilhas, receita aqui.

5ª feira
Jantar: Perninhas de frango no forno com cogumelos e cerveja. Acompanha com puré de batata e bimis salteados.

6ª feira
Carne picada com massa farfalle. 

Sábado e domingo
É para inventar, ver o que sobrou da semana e pode ser transformado. Há quase sempre ovos, tostas e muita fruta.

Filme familiar de domingo!

Um filme muito bonito.

À noite, na hora de dormir, falámos sobre o filme. O meu filho mais velho perguntou se ele e os irmãos iriam para um orfanato se eu e o pai morrêssemos. Esta é daquelas perguntas que faz medo... mas respondi que com tantos tios, avós e amigos do coração tinha quase a certeza que eles não iriam parar a um orfanato. Depois, a conversa desviou para o sobrinho M., adoptado a poucos dias de fazer um ano, já lá vão mais de 5 anos, e diz o meu filho grande: os tios escolheram mesmo o primo mais fixe de todos! Ainda bem que o escolheram a ele! 

8 de dezembro de 2017

Abençoada chuva!

Que fique uns dias, que o nosso país bem precisa. Sempre odeiei chuva, sou uma mulher de calor e de sol, mas depois deste verão e desta seca que vivemos, sinto que cada gota de água é uma bênção. Nas grandes cidades não nos apercebemos da seca, não sentimos a falta de água no nosso dia a dia, mas os poços das aldeias estão vazios, as pessoas não têm como regar as hortas, não há pastagens para os animais... Abençoada chuva, neste dia de Nossa Senhora da Conceição... Que por acaso era a Santa que evocávamos quando em criança, nos passeios da escola pedíamos: "Nossa Senhora da Conceição, faça sol e chuva não!" Alguém se lembra desta lengalenga?

É feriado, mas a mãe trabalha!

Tenho a sorte de ter liberdade de horários, de puder gerir os meus dias e o meu trabalho, conseguindo conciliar melhor a vida profissional e pessoal. Consigo ir levar e buscar os miúdos todos os dias às escolas, salvo raras excepções de reuniões ou outros extras, tenho os fins de tarde para eles e posso trabalhar em casa sempre que estão doentes ou há greve. Mas os meus deadlines não se compadecem com feriados e às vezes fins de semana... E hoje fugi de casa para um café perto para poder trabalhar e eles ficaram em casa com o pai: Mãe, hoje vamos ficar de pijama todo o dia, está bem? Está a chover e vamos ver filmes, jogar playstation e fazer plasticinas! Bom feriado, filhos doces do meu coração!

7 de dezembro de 2017

Diálogo natalícios

Na hora da história de dormir, na altura do aconchego, em que eu aproveito sempre para passar alguma mensagem...

Eu: Vocês andam sempre à bulha e nem imaginam a sorte que têm por terem irmãos. Sabem o que é que o primo Manel pediu ao Pai Natal?! Um irmão!!

Filho grande: E vai ter?

Filho médio: Claro que não! O Pai Natal não dá pessoas!!!

6 de dezembro de 2017

Da mãe com mais falta de jeito...

... saiu um fato de boneco de neve! Está longe de estar perfeito, mas serve para o efeito e foi com todo o meu empenho e amor!! O maridão recortou as bolas enquanto dizia: quando nos conhecemos íamos sair à noite e beber copos, agora até fatos fazemos!


Uma t-shirt de manga comprida branca e uns collants brancos compõem o resto da toillette da minha Kika!

Enquanto os meus filhos frequentam creches e Jardins de Infância...

... Eu vou tirando o curso de trabalhos manuais e de faça você mesmo! Sou uma naba a costura e trabalhos manuais, mas a verdade é que, como tudo na vida, tenho vindo a melhorar. Já fiz ovelhas e estrelas para o presépio, vassouras para o halloween, orelhas de rato... Agora subiu a parada e tenho de fazer um fato de boneco de neve para a minha Kika! As educadoras e auxiliares dizem que é muito simples, basta dracalon e já está! Eu não acho assim tão simples, mas pelo menos vou tentar... E já tenho trabalho garantido para os próximos serões!

Sempre às bulhas!

Tem sido um exagero. Os meus dois rapazes passam os dias às bulhas, à luta, a implicarem, a medirem força um com o outro. É tão cansativo. Dá-me um desgosto tão grande vê-los sempre naquele registo. Tem sido constante e diário e não tem havido nada que eu possa fazer para os ajudar. Mas hoje de manhã ao pequeno almoço avisei o mais velho que no dia da festa de natal da escolinha dos manos ele vai sair mais cedo para ir ver os manos. Ele gostou muito da ideia, mas quem ficou mesmo feliz foi o Afonso. Ainda há esperança que venham a gostar da companhia um do outro! Espero que seja apenas uma fase parva e que passe depressa!

5 de dezembro de 2017

Aqui vai a ementa desta semana, já com algum atraso...

2ª feira
Jantar: Penne integral com refogado de alho francês, tomate, courgete e cogumelos, tudo picadinho. Juntam-se as postas de salmão partidas e deixa-se cozinhar uns minutos. Natas de soja, mistura-se tudo e é uma delícia!

3ª feira
Jantar: Lasanha de carne a pedido dos atletas que vão chegar da natação esfomeados. Esparregado a acompanhar.

4ª feira
Jantar: Empadão de arroz com atum e tomate

5ª feira
Jantar: Perna de peru assada no forno com legumes e batata doce

6ª feira
Peixe assado no forno com batatas, cebola partida às rodelas, tomate e aromáticas

Sábado e Domingo
Entre festas de anos, descanso da cozinheira e sobras, vai sair um pica pau de carne de vaca...

2 de dezembro de 2017

Fomos os 5 ao circo!

E foi o máximo! Eu gosto de circo, gosto daquele ambiente, da alegria das crianças, da cor, do cheiro a pipocas, da sensação que o Natal está a chegar. No ano passado não conseguimos ir, mas ontem fomos os cinco à sessão das famílias numerosas no Circo Cardinalli. E foi tão, mas tão giro. Arranjámos uns mega lugares mesmo na terceira fila, mesmo junto à arena principal e vimos tudo muito bem. Quando se apagaram as luzes e começou o espectáculo, a Kika assustou-se um bocado, encolhendo-se ao meu colo, mas depois delirou... e quando viu os elegantes gigantes e a poucos metros de nós... nem estava a perceber nada do que se estava a passar. Ela nunca tinha visto elefantes a não ser nos livros. Mas quando o tratador deu uma maçã aos elefantes ela disse logo: maçã! O Afonso também delirou com os elefantes, os cavalos, camelos e com os cães, mas ficou muito desgostoso de não ter leões. Já o Alexandre estava boquiaberto com o trapézio, mas a loucura máxima foram as motas dentro da roda da morte. Tanta emoção! Rimos muito com os palhaços, comemos pipocas e batatas fritas e tivemos uma tarde mesmo boa!

29 de novembro de 2017

27 de novembro de 2017

Endometriose

Uma doença tramada e pouco conhecida que afecta cada vez mais mulheres. Eu convivo com ela há 20 anos e sei que me acompanhará para sempre, uma vez que não tem cura. Uma outra perspectiva da doença aqui, pela lente de Georgie Wileman.

Ementa Semanal!

Bom dia! Aqui vai a minha sugestão para esta semana.

2ª feira
Jantar: Arroz de peixe

3ª feira
Jantar: Coxas de frango com mel, soja e sementes de soja acompanhado com puré de batata e feijão verde

4ª feira
Jantar: Moqueca de peixe e camarão com arroz thai

5ª feira
Jantar: Penne integral com frango e molho de natas de soja e mostarda

6ª feira
É feriado! Logo se vê! Ainda nem sei se estarei a trabalhar ou não.

Lanche ajantarado

Ontem foi dia de festa! Partilho com vocês o que fiz para o lanche ajantarado que organizámos para comemorar o aniversário do maridão. Entre sogra, mãe, bivó, irmãos, cunhados e sobrinhos éramos 30! As minhas cunhadas colaboraram e todas trouxeram um contributo para o lanche, assim como a minha mãe e a minha avó! Estive tão ocupada a preparar tudo e tão entretida na festa que nem uma única fotografia tirei!! Vou ver se entre todos alguém se lembrou.

Bolo de anos –  Grande Duchesse encomendado no Califa

Broa e pão
Queijinhos e carnes frias (cunhada)
Pão recheado no forno com queijo e fiambre
Tarte de frango, alho francês e chouriço triturado - (Usei massa quebrada de compra)
Folhados de salsicha (cunhada)
Empada de farinheira, cogumelos e espinafres - (Usei massa folhada de compra)
Croquetes 
Bola de carnes frias (bivó)

Scones
Bolo de frutos secos
Pavlova (cunhada)
Bolo Merengado de Limão (cunhada)
Bolo de chocolate (cunhada)
Triflle de framboesas (sogra)


Se quiserem alguma das receitas enviem email! Boa semana!

Um grande ajudante!


Num fim de semana de festa, com o aniversário do maridão a ser comemorado em nossa casa, uma ajuda extra vale ouro. E o meu Afonso é um mega ajudante de cozinha. Ele adora cozinhar comigo, aprender, ajudar a lavar a loiça e arrumar a cozinha... É tão bom ter ajuda e companhia! Adoro!

25 de novembro de 2017

Bordalo II - uma exposição espectacular

A não perder! Alargaram a data até dia 3 de Dezembro!! Imperdível! Para miúdos e graúdos!! Fomos os 5 e adorámos. E a entrada é gratuita! Estivemos 40 minutos na fila à espera, mas valeu imenso a pena, mesmo na opinião dos meus filhos! O Alexandre nem conseguiu eleger uma obra: adorei todas, disse ele! O Afonso elegeu o macaco da entrada! 


Onde está a Kika?

Apanhado! Trepou a cadeira e pôs-se ao computador!! Malandra mais gira!!


Jantar e cinema a dois!

Fomos de metro até ao Corte Inglês para ver o filme Um Homem de Família. Que emoção de filme. Chorei tanto abraçada ao meu marido. Que filme bom e bonito com tanta realidade, com a nosss sociedade ali exposta, com tantos sentimentos ali misturados... Gostámos os dois muito. 



Depois dono a pé experimentar um novo restaurante italiano, muito bom e muito giro. Jantámos, conversámos e bebemos um bom vinho.


Sem pressas, fomos a pé para casa, aproveitando o fresco da noite e pondo a conversa em dia. Foi bom e precisamos mesmo destes momentos a dois! São fundamentais para a nossa boa disposição e sanidade mental!!

24 de novembro de 2017

Fui ao Colombo hoje de manhã...

... E sobrevivi, mas não foi fácil... Que loucura! Eu a pensar que era dia de semana e que logo de manhã estaria tranquilo. Só queria ir ao Continente comprar uns brinquedos para os meus sobrinhos. Arrependi-me mil vezes, mas já está! E fugi de lá para fora, que aquilo estava um pandemónio! 

23 de novembro de 2017

Um murro no estômago

Lembram-se de ter partilho aqui com vocês que a filhota mais nova de uns amigos tinha cancro... Pois bem, foi em Outubro de 2016, e até ao dia de hoje ela lutou, combateu, fez quimioterapia, radio, operações, transplantes, imunoterapia... tudo o que se possa imaginar. Viveu este último ano praticamente no IPO. Tinha 2 anos quando começou esta luta, venceu sempre todas as batalhas, superou sempre as expectativas... sofreu muito, mas conseguiu sempre vencer com a força dos pais e das manas mais velhas, que também têm sido verdadeiras guerreiras nesta história... Mas hoje o pesadelo voltou com grande força. Fizeram-lhe exames, por causa de uma dor, e as ecografias revelaram o pior. O cancro voltou e em força e está metastizado por todos os órgãos. Só me apetece chorar. Tenho o estômago embrulhado. É cruel demais... É duro demais. Tão triste. Estou sem palavras. E, de repente, quaisquer mini problemas que possamos ter desaparecem... 

Presentes de Natal

Estou cada vez menos consumista e ao olhar para o quarto dos meus filhos sinto que não precisavam de receber nada no Natal. Não têm loucuras de brinquedos, até porque pelo menos 3 vezes ao ano faço uma limpeza e oferecemos brinquedos, mas mesmo assim acho que têm demasiado... E como uma família enorme como a nossa é difícil controlar tudo o que recebem, mas há alguns truques que ponho em prática: guardo sempre alguns presentes para dar ao longo do ano numa altura que estejam doentes ou que precisem de um mimo/ compensação extra (na loucura dos dias de Natal há sempre alguns que eles se esquecem pouco depois de abrirem) e separo outros para oferecer a instituições porque percebi que não adoraram... Todos ainda dentro da embalagem, novinhos em folha.


Com uma família grande, com três filhos, afilhados e sobrinhos e cunhados os presentes são comprados com antecedência e com critério. Todos os anos faço uma nova página de Excell onde aponto os gastos... E assim, à medida que vou comprando, vou vendo se estou dentro do orçamento estipulado... E comparo também com as listas dos anos anteriores o que dei nos Natais passados e o valor gasto. Esta é a forma de eu e o meu marido nos organizarmos, uma vez que temos a lista partilhada no Google Drive e quem compra aponta e fica logo actualizado, se bem que sou sempre eu a comprar quase toda a totalidade dos presentes. Entre os cunhados, e como somos muitos, já aqui contei que sorteamos entre todos e a cada um calha apenas um irmão/ cunhado... 

22 de novembro de 2017

Filho grande do meu coração!

O meu filhote mais velho vinha todo contente da escola com suas notas: Muito bom a Português, a Matemática e a Estudo do Meio. E Bom a expressões plásticas. Só esta nota é que o deixou mais triste, mas eu fi-lo ver que Bom é bom: quando dizes que o jantar está bom é positivo, não é? E dizia ele: mas muito bom é melhor! Tenho sempre muito bom a tudo menos a expressões...  e eu a pensar que ele saiu a mim nos trabalhos manuais... disse-lhe que ele pode sempre melhorar, claro, mas que bom é bom!! E que o importante é continuar a ser interessado e curioso, a trabalhar, a fazer os trabalho e a estar atento nas aulas. 

21 de novembro de 2017

A Marisa faz magia...

... Mas não consegue tudo sozinha e precisa da nossa ajuda! Ainda não nos conhecemos pessoalmente, está para breve, mas sou amiga da Associação Mercado dos Santos há tempo suficiente para admirar imenso o que a Marisa faz! 

Domingo a Marisa faz anos, tal como o meu marido, e a Marisa decidiu dar o seu dia de anos a quem mais precisa!! E precisa da nossa ajuda para não chegar a Midões de mãos a abanar!! Deixo-vos a lista dos donativos que fazem mais fala. Obrigada!! 

"
Fraldas
Leite Lata
Leite Normal
Produtos Higiene bebé, criança e adulto
Produtos limpeza
Detergente roupa
Azeite, Óleo
Enlatados
Frescos (carne, peixe, fruta, legumes, carne)

(Podem deixar Scholé (Rua do Godinho 618 Matosinhos, incluindo no Sábado, onde vou estar todo o dia)

E quem não puder entregar pode fazer uma transferência, eu de prenda de anos quero isto, levar uma carrinha carregada de ajuda ( NIB: 004601900060023364155)"

Parabéns, Marisa!! Que tenhas um dia muito feliz, cheio de amor!! Um beijo!

Dia Mundial da Televisão

Trabalho em televisão e em conteúdos para a televisão há 15 anos... Foi no meu 1º trabalho em televisão que conheci o homem que se viria a tornar meu marido. Éramos uma equipa muito fixe de 5 pessoas e ainda hoje uma dessas pessoas é uma das minhas melhores amigas, daquelas mesmo presentes e do coração!


Mas foi hoje, no dia em que se assinala o Dia Mundial da Televisão, que ficámos a saber que o projecto de ficção em que estávamos a trabalhar ficou em stand by. Acontece. Há tantos projectos, e alguns tão bons, que por constrangimentos vários não chegam ao público... Mas quando o projecto é maravilhoso e a equipa é 5 estrelas ainda custa mais. Agora é ver o que nos reserva o próximo projecto, o próximo desafio... Que esperamos sempre que seja sempre um sucesso maior que o anterior!

Em contagem decrescente para um dia muito especial!

O aniversário do meu maridão!

Ele não tem muita paciência para organizar e planear e eu gosto imenso de lhe organizar a festa, de lhe proporcionar um momento especial em que é mimado por mim e por todos os que são importantes para ele! Já fomos viajar, já lhe organizei festas e jantares surpresa... Este ano vai ser mais simples, um bom lanche ajantarado em nossa casa, com petiscos que ele gosta, boa comida e bebida, e com a família toda reunida! Vamos ficar com a casa de pantanas, afinal seremos para cima de 40, entre adultos e crianças, mas é dia de festa!

19 de novembro de 2017

Ementa semanal

Olá!! Aqui vão mais umas sugestões para a próxima semana. Há cada vez mais famílias a tentar organizar-se com ementas para a semana e eu digo-vos que, para mim, é uma ajuda brutal e um descanso. E também uma poupança porque verifico sempre o congelador e a despensa, tentando gastar o que tenho, e porque compro o que vai ser consumido e o desperdício é praticamente inexistente. 

2ª feira

Jantar: Lasanha de salmão com espinafres

3ª feira
Jantar: panados de frango no forno com coentros e parmesão (misturam-se estes no pão ralado) com esparguete integral e molho de tomate caseiro 

4ª feira
Jantar: croquetes no forno com arroz de ervilhas 

5ª feira
Jantar: empada de farinheira e espinafres com salada 

6ª feira
Pizza caseira, faço a massa na Bimby com a receita que vem no livro base

Sábado e Domingo
Nunca está nada pré-definido. Mas domingo é dia de festa e vamos juntar-nos para celebrar o aniversário do maridão, o super pai cá de casa!!!❤️

E as noites da Francisca? Como vão?

Continuamos no treino. Ela pede colo. Eu não cedo. Digo que é para dormir, que é noite e que ela tem colo quando acordar de manhã. Ela chora e grita. Eu falo com voz calma, mas zangada: a mãe não gosta nada desta fita da Kika, que já é grande e tem de dormir deitada na sua cama. Quando ela insiste muito nos gritos eu digo que vou chamar o pediatra (digo o nome do médico) e ela diz que não... E eu mando deitar. E ela pede colo. E acaba por deitar. Eu tapo-a. Beijo-a e dou as boas noites. Ela ainda choraminga, eu tranquilizo e saio. Ontem estivemos nisto das 21h30 às 23h... Mas depois dormiu directa até às 9h30 da manhã!!! Foi tão, mas tão bom!!!! Isto vai lá... Com persistência e amor. 

O sol...

Sempre odiei chuva e continuo a não gostar, mas este ano estou com uma relação agridoce com o sol... Por um lado adoro andar na rua e nos parques com os meus filhos, andar a pé e de bicicleta o fim de semana todo, mas por outro sei bem a seca que o país atravessa, a falta de água, o que se vive no interior do país onde os poços estão secos, não há pastagens para os animais e falta água para regar as hortas... Mas enquanto a chuva não vem aproveitámos ao máximo estes dias de sol e calor...

18 de novembro de 2017

Almoço de filho único

Sábado de manhã levei o Afonso para me ajudar nas compras e depois fomos almoçar só os dois. Deixei-o escolher o local e a ementa. E haviam de ver como ele estava feliz e como se consolou com o seu Happy Meal! Nas compras, como sempre, foi um super ajudante. Pesou os legumes, fez perguntas,  principalmente na montra do talho, ajudou a não esquecer o que estava na lista! Eu costumo ir ao supermercado à sexta, para evitar ir com os filhotes, mas esta semana não consegui e resolvi fazer disso um momento especial. E o Afonso estava mesmo a precisar de uma atenção exclusiva! E que bem que nos soube aos dois!

17 de novembro de 2017

Bexsero!

E hoje a Francisca levou a terceira dose da vacina. Enquanto esperávamos ouvia-se uma bebé a chorar no gabinete de vacinação. E eu expliquei que tal como a Francisca a bebé estava a levar uma pica no braço. Quando entrámos já ia ela com a mão no braço a dizer pica, pica... Levou a vacina, chorou 5 segundos e passou! E lá foi para a creche! Espero que não faça reacção, não costuma fazer. Agora, a próxima vacina é só aos 5 anos!! 

Não foi só a Francisca que foi posta na ordem pelo pediatra!!

O Afonso também não escapou e o pediatra disse-lhe que os meninos de 4 anos não dormiam na cama dos pais!! Ontem ainda tentou... quando acordou com o choro da Francisca, mas fomos inflexíveis! Nem ele nem a mana podiam ir para a cama dos pais. Cada filho tem a sua cama e é lá que tem de dormir para todos podermos descansar. E ok determinação conseguimos que ele dormisse toda a noite na cama dele. Parece que estamos a conseguir que tudo entre nos eixos. Pelo menos, esta primeira noite foi positiva. 

E como correu esta noite sem colo?

A Francisca acordou às 3 da manhã e fui lá. Ela pediu colo. Eu disse que não, que era hora de dormir e que ela tinha combinado com o doutor que ia dormir toda a noite. Ela gritava e eu disse que como ela estava a gritar me ia embora. E fui. Fechei a porta. Ela continuou a gritar. Esperei uns minutos e voltei lá. Expliquei que era hora de dormir e que ela tinha de parar de chorar. Que se continuasse a gritar eu ia embora. Ela calou-se. Eu falei da noite que é para dormir e que estava zangada é triste por ela estar a acordar os manos e os vizinhos. Ela voltou a chorar. Queria colo. Eu pedi para ela não chorar, expliquei que não a ia levar nem dar colo. Disse para ela se deitar e eu a tapar. Ao fim de alguma conversa, algum choro controlado (porque ela parava sempre que queria) deitou-se e eu tapei-a. Expliquei que como ela não estava a chorar ia deixar a porta aberta. Fui firme e determinada, sempre com uma voz calma. Ela ficou deitada e acabou por adormecer. Ao todo, não foi nem uma hora. O Afonso acordou, queria ir para a minha cama mas conversamos sobre o que o doutor falou com ele na consulta: os meninos de 4 anos são crescidos e dormem nas suas camas. E ele acabou por aceitar quando percebeu que não íamos ceder. Firmeza e amor, como disse o pediatra. O sono é fundamental para toda a família funcionar... e a Francisca está quase a fazer dois anos. Agora é manter-mo-nos firmes, não cedermos e em poucas noites o pediatra acredita que a situação fica controlada. Assim o esperamos! 

16 de novembro de 2017

Desabafo de mãe...

Ontem estava tão, mas tão cansada, tão exausta das birras, das desobediências, das noites em claro, da sensação de não conseguir dar conta do recado que fui para o quarto chorar... A Francisca, que não consegue estar um minuto longe de mim, veio à minha procura e ao ver-me a chorar, deu-me a chucha dela...💗

15 de novembro de 2017

Que vergonha...

Pior que adormecer na prática da meditação, numa sala cheia de gente, é adormecer e ressonar por causa da maldita sinusite que me ataca desde ontem... 

Não, não e não!!

Mais uma vez, repito, que são tudo fases e que fazem parte do crescimento e do desenvolvimento... E o meu filho de 4 anos, quase 5, está numa fase em que é tudo não e é tudo um desafio. Não estou a conseguir arranjar estratégias para o "desbloquear", é tudo um braço de ferro...

Filho: Mãe, podes vir buscar-me mais cedo?
Vou buscar um bocadinho mais cedo
Filho: Porque é que vieste tão cedo?! Ainda íamos ouvir uma história e brincar. Não quero ir para casa.
Choro, lágrimas e birra...

Mãe: Veste o casaco, que está frio.
Filho: Não visto!
E lá foge ele...

Mãe: Vamos para a mesa.
Filho: Não quero comer.
(...)
Quando finalmente se senta à mesa...
Filho: quero mais...  está muito bom. Tenho muita fome.

Mãe: Veste o equipamento que logo tens treino do Benfica.
Filho: Não visto! Não quero ir ao futebol!

Mãe: Hora de lavar os dentes.
Filho: Agora estou a brincar.
Mãe: Mas é preciso lavar os dentes para ir dormir.
Filho: Não quero.
E continua a brincar.

Mãe: Agora a mãe vai contar uma história para vocês adormecerem.
Filho: Não quero. Não vou ouvir...

Têm sido dias desafiantes. Muito desafiantes. E exasperantes. E o que mais me incomoda é que ele está a fazer de propósito. Atrasa-me de manhã, deixando-me os nervos em franja... Implica para me enervar. Está a testar os limites ao máximo. Eu acho que são chamadas de atenção. Já perguntei se ele estava zangado comigo e disse que não... Logo vou tentar que ele faça um desenho para tentar perceber porque é que se anda a portar tão mal... E vou tentar ter um tempo de filho único a sós com ele... É que já sinto que os castigos/ consequências não estão a dar resultado... E com as noites mal dormida que tenho tido confesso que quando acordo não tenho a paciência e a calma que gostaria de ter... Mas uma mãe não é de ferro... E só espero que esta fase difícil passe para ter de volta o meu filho dócil... 

A minha família é uma animação!

E a Francisca chora porque quer fazer xixi em pé como os irmãos!!!!

14 de novembro de 2017

Filho crescido do meu coração

O meu filho mais velho vem da escola a contar que a professora amanhã não faz greve. "Ela disse que se fizer greve recebe menos e faz-lhe falta." E depois conclui: como não dá aulas não lhe pagam. E ela prefere ir trabalhar e dar-nos a ficha que já estava marcada. Está tão grande e crecido este meu filho franzino... Já percebe tanta coisa, quer saber mais, sempre curioso, interessado... Agora anda  preocupado com a seca, a falta de água, as teorias de Portugal caminhar para um deserto... Como os fogos atingiram a nossa quinta, o espaço mais sagrado que eles têm, o espaço onde se sentem mais livres, ele está muito sensível a esta questão dos incêndios e da falta de água na zona de Viseu... E é bom conversar com ele, explicar-lhe as coisas de forma a que ele entenda... É um miúdo mesmo especial, este meu filho magricelas...


Que hoje me perguntava se a água das piscinas onde ele nada não fazia falta por causa da seca... e eu expliquei que há várias zonas do país em  que as piscinas municipais estão fechadas, precisamente por causa da falta de água. Mas que a dele e do irmão, por enquanto, continua a funcionar. E ele lá vai  evoluindo na técnica... 

Bom! Bom!!

Energia para enfrentar a tarde! Tão bom. Adoro este chocolate a acompanhar o café. É mesmo um guilty pleasure... mesmo bom!




Francisca💗

Aos 22 meses já conta até três, já tira os sapatos sozinha, já vai à sanita na creche, já bebe leite do copo... usa muito a expressão ok (constatei que a digo muitas vezes) e sabe bem o que quer, refila, grita e acha que manda em todos lá em casa!


É doida pelos irmãos e os irmãos são doidos por ela, mas ai deles que não façam o que a menina quer... e nem se atrevam a contrariá-la! O mano mais velho é o mais protector, já o Afonso gosta de implicar com ela e de provocar... Mas também não lhe resiste e quando o mano grande não está assume ele o papel de protector... É amor para toda a vida, quero eu acreditar, e espero do fundo do meu coração que estes três se protejam, se ajudem e sejam felizes juntos, sabendo lidar com as diferenças de feitios, mas nunca esquecendo o amor que os une...  que se apoiem nos momentos difíceis e que celebrem as alegrias!

Não foi uma noite descansada

Melhores virão. Tem de ser esse o espírito. Acreditar em noites melhores. Resumindo: A miúda é tramada para dormir. É a miúda mais gira durante um dia. Chegou aos nossos braços há 22 meses para tornar os nossos dias ainda mais especiais e felizes e as nossas noites mais infernais! 

13 de novembro de 2017

Momento da mãe

Estão os 3 filhos deitados e a dormir. Eu já arrumei tudo e preparei as mochilas, roupas e a mesa do pequeno almoço para amanhã. E aproveito para ler um bocadinho. Continuo dedicada ao livro sobre a relação entre irmãos porque, de facto, é algo muito importante e que precisa de ser trabalhado cá em casa. 

E depois é dormir até o Afonso ou a Francisca acordarem primeiro a chamar. As noites têm sido tramadas. A Francisca só quer a nossa cama... é incrível, mas parece que bastou uma noite para ela lhe tomar o gosto. Enfim... encaremos isto como uma fase... todas as noites, ao apagar a luz, peço sempre para ser uma noite descansada e directa até de manhã, mas é muito raro acontecer...  é aproveitar este momento de acalmia entanto todos dormem, porque cá em casa nunca se sabe a que horas começa a festa... 

Ementa Semanal

Bom dia!! Aqui vão mais umas sugestões para a próxima semana.

2ª feira
Jantar: Arroz de peixe com tomate fresco e espinafres, adaptada daqui.

3ª feira
Jantar: Crepes de frango com alho francês e cogumelos, com salada de alface e tomate

4ª feira
Jantar: Massa integral com vegetais, salmão e natas de soja


5ª feira
Jantar: frango assado com funcho, cenoura, cenoura e batatas, acompanha com arroz de alho


6ª feira
Caril de lentilhas e abóbora manteiga, couve pack choi... adaptada daqui.

Sábado e Domingo
Nunca está nada pré-definido. Entre sobras e invenções minhas, sai sempre qualquer coisa. Tenho sempre vegetais frescos, sopa, pão fruta, ovos biológicos, arroz, feijão que desenrascam sempre uma refeição rápida, nutritiva e saborosa. Ao fim de semana é para inventar, comer em casa da família ou de amigos e passear!

12 de novembro de 2017

Um concerto de arromba com uma companhia muito especial

Ontem fui ao Coliseu ver o concerto do Miguel Araújo. Já andava para o ir ver noutras ocasiões, mas nunca tinha calhado... E ontem o que vi foi um concerto completamente extraordinário, mais de duas horas e meia de actuação, com  João Só, Ana Moura, Ana Bacalhau e António Zambujo como convidados, com a actuação dos tios de Miguel Araújo, que foi quem o inspiraram para a música quando ele era ainda pequeno e ouvia os tios e primos tocaram numa banda de garagem, no rés do chão da casa da avó... Com músicos incríveis em palco, num cenário que ia mudando e acompanhando o crescendo do concerto! Foi uma noite incrível. O concerto superou em muito as minhas expectativas. E a parte mais doce foi a companhia... Levei o meu filho Alexandre, que tem 7 anos, que uma vez já me tinha pedido para ir a um concerto do Miguel Araújo. Fiz-lhe a surpresa e arranjei tudo sem ele saber. Fomos com uma amiga (que também é professora dele) e o filho dela, um ano mais velho que o meu, e a minha cunhada madrinha do Alexandre para um camarote para eles terem noção da dimensão. E foi fantástico, apesar dos lugares serem fraquinhos. O início do concerto foi mais calmo e intimista, com o novo álbum, mas foi sempre em crescendo... Foi mesmo brutal! Um arraso! Adorei cada minuto. O meu filho ali ao início pestanejou, mas depois vibrou e cantou de pé a dançar no final!

Depois desta foto, com todos em palco, já a encerrar o concerto tivemos de ir a pé até ao Conde Redondo, onde tinha deixado o carro porque na minha ingenuidade achei que havia lugares no parque dos restauradores. Não havia. Estava um caos e tivemos de deixar o carro no Conde Redondo. Mas o meu filho aguentou-se bem, super animado, a achar tudo o máximo... e ainda comeu uma taça de cereais, à ceia, já passava da uma e meia da manhã quando chegámos a casa. Mas valeu bem a pena a noitada. Foi muito giro! E o meu filho percebeu que ser o irmão mais velho às vezes é tramado e dá trabalho, mas também tem os seus privilégios. E foi mesmo bom e especial. Deitei-me com o coração a transbordar de felicidade pela música maravilhosa que tinha ouvido e pelo momento que tínhamos vivido de mãe e filho.

10 de novembro de 2017

Querido avô Alexandre

Hoje, no carro, estava a falar com o Afonso sobre o avô Alexandre, que faria hoje anos. E depois diz ele: quando formos para o céu vamos ter com ele, não é? Eu disse que sim... e depois pergunta ele: o avô apanha chuva quando chove? Eu disse que não... que o avô é uma estrelinha... Ele ficou mais descansado e acrescenta: e não está em nenhum país? Só lá no céu? E eu disse que sim, que está bem lá em cima, junto de Jesus... E terminámos a noite a contar a história de São Martinho e a rezar ao avô Alexandre, conhecido pela simpatia e bondade, para nos guiar a todos e iluminar o caminho! 

Há 11 anos 💓

Faz hoje 11 anos que eu e o meu querido marido oficializámos o noivado. O dia não foi escolhido ao acaso, faria anos o meu sogro se fosse vivo... E organizámos um almoço para anunciar a boa nova!! E com todos os altos e baixos, dias cinzentos e dias de sol, com todas as coisas boas e menos boas continuo a ter a certeza que ele é o tal!! Hoje mais cansados, mais velhos, ele mais careca, eu mais gorda e os dois a ficarmos grisalhos, mas abençoados com três filhos lindos que tanto nos enlouquecem como dão sentido à nossa vida. Que consigamos sempre ultrapassar os momentos menos bons, que possamos sempre adormecer abraçados e de pazes feitas (mesmo que a meio da noite passemos a ser 5) e que possamos ultrapassar todas as dificuldade com muito amor, saúde e boa disposição...💓

Pote da Felicidade

Lá em casa as coisas não têm estado fáceis com os rapazes. Eles andam pouco colaborativos, implicativos um com o outro, ignoram os meus pedidos, fazem ouvidos moucos... E eu não tenho tido a calma que gostaria de ter, tenho estado com pouca paciência e tem-me saltado a tampa. E é horrível. É uma angústia quando não nos conseguimos controlar, quando não conseguimos dar a volta à situação quando ainda pomos mais lenha na fogueira... Tem sido cansativo para mim e para eles. Por isso, ontem, quando vi esta ideia, achei muito gira. É porque eu sinto que muito do dia a dia gira no que correu mal e não nas coisas boas... E não pode ser. Por isso, vou comprar estes papelinhos coloridos e fazer o Pote da Felicidade! Leiam tudo no artigo onde explica porque é que devemos aprender a pensar de forma positiva. 

9 de novembro de 2017

Porquê?

Estava super orgulhosa a assistir ao treino de futebol do Afonso. Não só pelos golos e bons remates que ele fazia, mas acima de tudo pela forma como respeitava as indicações do mister, como ouvia as explicações com atenção, como estava empenhado e atento, como obedecia... Irrepreensível! Um crescido. Estava mesmo babada... Terminou o treino. Eu dou-lhe o casaco para vestir e ele começa a correr, a fugir, a andar de costas para o meu do estacionamento e a dizer que não veste, que não tem frio, que não quer... E eu passei-me com ele, fiquei com os nervos em franja! Por que é que se estava a portar assim?! Estava um frio de rachar, eu estava enregelada nas bancadas, tinha a Kika ao colo, também gelada... e ele a desafiar... a sorrir e a dizer: não visto!! Não quero! Zanguei-me mesmo com ele! Onde é que estava o menino obediente do treino?! Onde é que estava o meu filho que ouve o que eu lhe digo?! Zanguei-me com ele e comigo por não ter conseguido fazer a coisa a bem... Foi preciso zangar, levantar a voz, tentar vestir o casaco quase à força. sem sucesso, e levá-lo por um braço para dentro do carro, antes que ele ficasse atropelado no meio do estacionamento... No fim, parecia eu que tinha sido atropelada por um camião tir...

Já valeu para alguma coisa ter o blog!

No outro dia tropecei no livro de bebé da minha filha Francisca, a terceira pela ordem de nascimento... e reparei que estava quase, quase, quase em branco... Não tinha as fotografias que devia, não tinha as legendas, não estava preenchido com as datas das primeiras conquistas e gracinhas... Nada! Deu-me um aperto no coração. Daqueles bem fortes. E pus-me a puxar pela cabeça... Então quando é que ela comeu a primeira papa? E o primeiro dente? E é impressionante como tudo se esfuma da nossa memória... São momentos tão importantes, vividos tão intensamente, mas perdem-se os pormenores, as datas, as primeiras vezes... Então atirei-me ao blog na esperança de encontrar nos meus posts as minhas respostas. E o livro do bebé começou a ganhar vida, deixou de estar em branco... Tem lacunas irreparáveis (quando é que ela disse mamã pela primeira vez? Ou papá???... Nunca saberemos...), mas graças ao blog recuperei momentos e situações, e datas concretas... Depois saltei para o disco externo onde guardamos as fotografias e comecei a viajar pelo ano de 2016... e seleccionei todas aquelas que têm lugar próprio no livro... E agora tenho uma pilha de 100 fotografias para colar... E a certeza que todos os meus 3 filhos têm o seu livro de bebé com algumas das datas, acontecimentos e fotos mais marcantes do primeiro ano de vida! 

8 de novembro de 2017

Meditação na sala de aula

A professora do meu filho mais velho fez um curso de mindfulness e faz meditação com os miúdos, durante 8 minutos, após o intervalo grande do almoço. Ela fez um curso sobre mindfulness na e informou-se dos benefícios da meditação nas crianças. Na opinião dela, a meditação ajuda os miúdos a acalmarem e a abrandarem depois de duas horas a correrem no recreio. E eu que me estreei na prática da meditação há pouco tempo não podia estar mais satisfeita com esta iniciativa da professora porque acredito que a meditação e as teorias do mindfulness podem ser muito benéficas para todos nós.

Já temos pião em movimento!

Comprei um lançador e o beyblade já gira!!!
A foto é péssima, mas foi a primeira, tirada antes de entrar para a natação!

7 de novembro de 2017

Lamechices desta mãe...

Divido-me entre duas piscinas para ver os meus filhos rapazes nadarem, para ver como evoluem, mas acima de tudo para lhes mandar beijos e retribuir acenos... Ficam tão felizes quando reparam que eu os estou a ver. O rosto ilumina-se, esbracejam, mandam beijos!! Não há nada melhor no mundo que receber o amor dos nossos filhos e ver o brilho nos olhos deles quando nos vêm... hoje fotografei o pequeno Afonso... mas na memória trago-os aos dois... cansados ao final do dia, mas a darem o seu melhor entre treino sério e alguma brincadeira no fim da aula. É uma ginástica grande andar neste leva e trás das actividades,, mas são momentos muito especiais que criam laços e memórias boas, daquelas que ficam para sempre guardadas no cantinho do nosso coração... meu e deles❤️



Alegrias que só as mães sabem festejar!!

Não digo que os pais não fiquem igualmente empolgados com o desenvolvimento das crias, mas só uma mãe festeja entusiasticamente quando um filho faz o primeiro cocó na sanita! E a Kika já fez! Todos os dias vai à sanita na creche e hoje foi a estreia do cocó!! Está a ficar uma crescida. Em casa tentamos o bacio, mas com pouco tempo nosso e pouca vontade dela, que pede sempre para ir à sanita, mas depois assusta-se com as alturas. Mas temos tempo e se tudo correr bem na primavera acabam-se as fraldas lá em casa!! 

Hoje levei a Kika...

... para dormir comigo. E dormimos as duas enroscadinhas uma na outra, eu sempre com receio de lhe pegar a minha constipação, mas sem a conseguir tirar do meu peito. Ontem ela adormeceu bem, na hora do costume, e eu também me fui deitar cedo, adoentada e cansada. Ainda não era meia noite e ela começou a chorar e a chamar. E eu e o meu marido andámos cá e lá até perto das duas... Ela adormecia, acordava, chorava, chamava... A certa altura decidi que ela precisava de mimo e de colo. E que precisávamos todos de dormir. Fui buscá-la, deitei-a comigo e ela enroscou-se a mim. Adormeceu logo, aninhada em mim. Ainda voltou a choramingar e a chamar por mim, mas ao sentir-me ali sossegou de imediato... E se ela agora se habitua? perguntava o meu marido. É um mau princípio, eu sei e espero que não se habitue, mas ontem foi a única solução... 

Meti os pés pelas mãos...

O meu filho mais velho anda desde o início do ano a namorar os beyblades burst!
Combinámos que lhe dávamos um destes novos piões, melhores e mais rápidos do que os anteriores beyblades quando ele tivesse um mês seguido de comportamento exemplar na escola. A professora usa o código das bolinhas de cor para avaliarem diariamente o comportamento e íamos usar isso para o premiar. Ontem foi o dia. Prevenida como gosto de ser já tinha comprado há uns dias, para garantir que ele recebia o seu bónus no dia certo. E aqui está!

Só que não percebi que não trazia lançador, não reparei, e os antigos lançadores não dão... em vez deste de cima deveria ter comprado o que vem com lançador incluído... Mas não o fiz. 
E haviam de ver o desconsolo do meu filho quando abriu e embalagem e não trazia lançador... Lá terei de hoje arranjar um tempinho para ir resolver este assunto. Estamos sempre a aprender e as marcas a inventarem... não era mais simples se os antigos lançadores dessem? É mesmo um disparate, mas enfim... agora não se vendem só lançadores... 

6 de novembro de 2017

Melhor consequência do que castigo...

Não gosto da palavra castigo, apesar de a utilizar mais vezes do que gostaria... Consequência faz mais sentido... E hoje de manhã o meu filho mais velho teve a prova disso. Atrasámo-nos de manhã, hoje que era um dia em que tínhamos de o inscrever numa actividade extra, e ele ficou de fora... Ou melhor, ficou para a segunda data... que não é a data onde se inscreveram os amigos... E ele ficou todo triste, claro... Logo vai ser bom para falarmos sobre o que se passou de modo a que não se repita. Odeio os atrasos da manhã. E o de hoje ainda me enervou mais porque tínhamos falado sobre isto. Enfim. Amanhã é sempre um novo dia para fazermos tudo melhor.

5 de novembro de 2017

Ementa Semanal

Aqui está mais uma ementa para os próximos dias, numa semana em que não vou ter apoio da minha mãe para algumas das actividades extra curriculares porque ela vai em viagem durante 15 dias. Mas cá nós organizamos. Boa semana e bom apetite!


2ª feira:
Jantar: bacalhau, cenuoura e alho francês à Brás com salada de tomate 

3ª feira:
Jantar: lasanha com salada de alface e tomate  

4ª feira:
Jantar: frango assado com legumes ( abóbora, cenoura, courgete, cebola e funcho) com arroz de gengibre ( basta ralar o gengibre fininho e fritar com o azeite e alho e depois juntar o arroz) 

5ª feira:
Jantar: carne estudada com cenoura, puré de batata e feijão verde cozido

6ª feira, 
Jantar: arroz de peixe com espinafres 

Sábado e domingo
Já sabem que por aqui não planeio refeições ao fim de semana, comemos fora, aproveitamos sobras, faço ovos e tostas. 

4 de novembro de 2017

Brinquedos a 50% no Continente

Só de imaginar a loucura, os atropelamentos, as filas, a ânsia dos pais... só de pensar o que se passou nos anos anteriores, que até pancadaria envolveu, pessoas a roubarem brinquedos... só de pensar até fico mal disposta. E para quê? Para atafulharem os filhos com mais brinquedos? Brinquedos comprados na sofreguidão do que está disponível? Brinquedos que vão amontoar-se em quartos já cheios de brinquedos?! Brinquedos a que as crianças não ligam!! Faz-me impressão esta loucura, esta sociedade cheia de coisas, estas crianças com tantos brinquedos que nem sabem com o que brincar. E os meus filhos também têm mais brinquedos do que deveriam e eu gostaria. Mas cada vez sou mais selectiva e aproveito todas as oportunidades solidárias para escolher brinquedos para oferecer. Chego a dar brinquedos que nunca saíram das embalagens, brinquedos completamente por estrear. Porque se os meus têm demais ainda há os que têm de menos, mas quase que apostava que não são filhos dos pais e mães que andavam hoje a disputar brinquedos em promoção. Cada um sabe de si e não estou a julgar ninguém, mas esta sociedade de consumo está a cair num excesso... ontem, aproveitando a ida às Amoreiras para irmos ao cinema o meu marido foi à loja da Merrel por causa de uns atacadores elásticos de uns ténis que se partiram. A marca não vende atacadores. E dizia o empregado: mas pela descrição da cor dos ténis também já são antigos... e diz o meu marido: têm uns 2/3 anos mas estão novos, só partiu mesmo o atacador elástico! E insista o empregado: já são bem antigos!! Eu tive de me vir embora para não me passar com o empregado!! É tudo para usar uma estação e deitar fora!?? Mas está tudo maluco?!! Uns ténis em pele!! Não aguento e estas situações cada vez me irritam mais. O dinheiro custa a ganhar. E parece que hoje em dia já ninguém dá valor a nada. Não gosto desse espírito. E não quero criar os meus filhos assim. Quero que eles saibam o que custa a vida, que dêm valor às coisas, que estimem o que é deles... 

Mais um aniversário


As famílias grandes tem disto, andamos sempre em festa! Hoje juntámo-nos para comemorar o 1º aniversário da Mimi, neta de uma prima direita do meu marido! É giro porque os primos mais velhos, na casa dos cinquentas e tal, já começam a ser avós de crianças que são da idade dos nossos filhos mais novos! As famílias grandes têm destas coisas. Eu que venho de uma família mínima adoro a animação das famílias grandes. Há sempre festas, crianças, boa conversa, brincadeiras e convívio!
Parabéns, Mimi!! 

Programa de sexta-feira à noite

Apesar da minha constipação não quisermos cancelar o programa que já tínhamos combinado a dois: ir ao cinema! E lá fomos, deixando os filhotes com a minha mãe na nossa casa. Para nós, funciona melhor assim e é a avó que se desloca. Gostámos bastante do filme e apesar do cansaço, nenhum adormeceu. Recomendo! 

3 de novembro de 2017

Constipada, com sono e com mau humor...

... A noite foi terrível. A Francisca acordou às 4 da manhã e depois foi o inferno... Gritava, acho que estava com pesadelos, estava transtornada, chamava por mim, depois não me queria lá, estava agitada, foi o pai que ficou a dormir com ela... Eu cheia de tosse, de dores de cabeça, a pingar do nariz... Dormimos muito mal, acordei exausta e a sentir-me amassada e adoentada... E os rapazes não se queriam vestir, estavam a implicar, queriam jogar à bola e eu sem paciência nenhuma... A avisar, a avisar... Foi uma mistura explosiva e uma péssima maneira de começar o dia... Enfim. Há manhãs assim, que todos queremos que não aconteçam, mas acontecem... 

1 de novembro de 2017

Dia de Todos os Santos

Feriado com toda a família em casa, mais uma visita especial: uma das madrinhas da Francisca, a querida B. E como a Francisca é louca pela B. eu tive mais descanso para ler uns guiões que tinha de ler, para organizar coisas em casa, para irmos todos com uma ajuda extra ao treino do Afonso no Benfica...


Ao regresso, a B. ajudou com os banhos e eu preparei o jantar com calma. Às 21h estavam todos a dormir, que continuam com a hora antiga... e a B. regressou a casa, que amanhã é dia de aulas e o 10º ano é para levar a sério! 


31 de outubro de 2017

Hoje tivemos...

Pão por Deus, trazido pelo Afonso, cumprindo a tradição portuguesa...


E tivemos uma festa de Halloween na escola do filhote mais velho, que foi muito gira, divertida e com as crianças felizes... principalmente porque, como dizia o meu filho: "estavas lá, mãe!" A festa foi organizada pelo CAF da escola, com grande empenho dos pais que levaram os enfeites, o lanche com todas as guloseimas que os miúdos adoram e, mais importante, estiveram lá com eles!! 

Bom feriado!! 

Logo temos desfile de vassouras!

E festa do Halloween para pais e filhos na escola do filho mais velho!


(Só o pequeno Afonso ficou desconsolado porque tal como o irmão, também quis ir mascarado para a escola, e quando lá chegou a educadora mandou-o despir o fato de homem aranha, que ele usava com tanto orgulho, porque lá na escola não se festeja o Halloween... Tentei consolá-lo, dizendo que logo temos a festa na escola do mano... Mas já sei que nos próximos dias vamos voltar às lágrimas, e vai voltar a dizer que não gosta da escola dele e que quer ir para a escola do mano...)

30 de outubro de 2017

"Irmãos sem Ciúmes"

Recomendo mesmo aos pais de mais do que um filho a leitura deste livro. Já tinha lido o livro "Como Falar para as Crianças Ouvirem e Ouvir para as Crianças Falarem" das mesmas autoras e já percebi que vou ter de o reler... Ontem como deitei os miúdos bem cedo, ainda com o ritmo da hora antiga, fui para a cama e devorei logo metade... "Com base nas experiências familiares e nas centenas de workshops que organizaram, as autoras desenvolveram ferramentas simples mas surpreendentemente eficazes para reduzir os conflitos e incentivar a cooperação entre irmãos. Com diálogos expressivos e deliciosas tiras de banda desenhada de apoio, mostram: como ajudar as crianças a exprimirem os seus sentimentos sem se magoarem; como tratar as crianças de forma diferente mas justa; como promover a cooperação em vez da competição; como ajudar o bully e a vítima; como diminuir as disputas e motivar os irmãos conflituosos para que trabalhem nas suas próprias soluções. Irmãos Sem Ciúmes oferece dicas inovadoras sobre a relação entre irmãos e mostra como podemos incorporar essas ideias no nosso dia-a-dia."


E se por um lado é reconfortante revermo-nos em algumas situações, os nossos filhos não são os únicos que se insultam e batem, por outro dá uma angústia... É uma responsabilidade tão grande educar os nossos filhos, as nossas acções vão marcá-los tanto para toda a vida, marcar a relação entre os irmãos... Claro que todos sabemos a tarefa que temos em mãos ao sermos pais, mas ler testemunhos de irmãos que por coisas simples e feitas sem maldade dos pais ficaram magoados para sempre... E dizemos tantas coisas mal. Falamos irreflectidamente, tantas vezes. Respondemos à pressa... Está a ser muito bom ler este livro, há aspectos que já tinha lido de forma sucinta no  "Como Falar para as Crianças Ouvirem e Ouvir para as Crianças Falarem", há coisas que eu já devia saber, há erros que eu já não devia cometer... Tenho 3 filhos e uma responsabilidade gigante para cada um e um papel fundamental na relação deles. E apesar de tudo o que eu mais desejo ser que eles sejam amigos e se dêem bem tenho feito tantas coisas erradas... O bom é saber que é possível mudar, que pequenos gestos, pequenas atenções nas palavras que usamos podem fazer toda a diferença na relação com eles e na relação entre eles... Recomendo mesmo a leitura, é um livro que se lê de um só fôlego, mas estou tentada a fazer cábulas que me serão úteis no futuro. 

Ementa Semanal

Boa semana e bom apetite!

2ª feira
Jantar: Arroz de frango com leite de coco com acelgas salteadas em azeite, alho com amêndoas

3ª feira
Jantar: Almôndegas de carne com esparguete 

4ª feira
Feriado
Almoço: Arroz de couve com entrecosto assado com mel, alecrim e laranja (sobrou do fim de semana e está congelado, vou desfiar e juntar ao arroz para aproveitar)
Jantar: Salmão assado no forno com funcho e batata salteada

5ª feira, 
Jantar: Biryani de borrego com bimis salteados em azeite e alho (adoramos estes talos, lá em casa somos completamente fãs)

6ª feira, 
Jantar: Lasanha de atum com salada mista

Sábado e domingo
Este fim de semana temos várias festas e convívios, pelo que não faremos nenhuma ou quase nenhuma refeição em casa!

29 de outubro de 2017

Nova semana, novo mês, novo projecto profissional!!

Amanhã entro para um novo projecto, uma nova equipa, uma nova história para criar e contar! Espero que corra bem, que seja um bom desafio profissional e pessoal!

Por aqui ainda estamos no horário de verão!!

Acordaram os três às 6 da manhã, antigas 7, mas também os deitei às 20h, antigas 21, a hora deles e adormeceram todos... ainda estamos todos na hora antiga e sei pela experiência dos anos anteriores que vamos andar assim trocados uns dias... 

Fomos redescobrir o Parque da Serafina!!

E está espectacular!! Adorei!! De manhã fomos com a minha comadre, o meu afilhado e a filhote de 6 anos. Mas como tínhamos as bicicletas com pneus furados não as levámos e os rapazes ficaram tristíssimos quando viram a zona de condução, estradas, semáforos, rotundas... ficou prometido que depois de almoço íamos arranjar as bicicletas e íamos lá. E assim foi. Uma manhã e uma tarde perfeitas, num dia de Outono luminoso e ainda a cheirar a verão...

Leitura de sábado à noite!!

Obrigada C. pelo empréstimo!! E por todas as partilhas de ideias em relação ao tema da Parentalidade Positiva!!

27 de outubro de 2017

Dia de greve da função pública...

... É dia de filho único para o meu mais velho!! Como tinha quase a certeza que a escola dele não ia ter condições para abrir organizei «-me para hoje ficar a trabalhar a partir de casa. Assim, consigo acabar o que tenho de fazer (hoje fecho uma série e na segunda feira mudo para um novo projecto), mas estou aqui com ele, vamos almoçar com o pai, buscar ao fim do dia os manos à creche e vou levá-lo ao piano, actividade a cargo da avó, e conhecer o professor deste ano, que ainda não tive oportunidade de conhecer! Prevejo uma boa sexta feira!