10 de julho de 2017

Segunda feira difícil...

Chegar a Lisboa perto da uma da manhã. Filhos todos de pijama para irem directos para a cama. Madame Patanisca acorda. Chora, quer leite, quer colo... Um cansaço que se apodera de mim que sofro por antecipação. De manhã cedo tenho de preparar mochilas para a praia e para a piscina onde o mais velho vai passar o dia com a colónia de férias da Junta de Freguesia. Consigo adormecer já passa das duas da manhã. Acordo às 6 e meia e dói-me o corpo todo. Preparo mochilas, lanches e pequenos almoços e e acordamos as crianças. Saímos de casa antes das 8 porque eles têm de seguir cedo e porque eu tenho uma reunião às 9. A minha reunião só termina às 14. Não consigo pensar com clareza. Só me apetece dormir. Já não posso fazer estas loucuras, o meu corpo e a minha cabeça não aguentam...  Devíamos ter saído mais cedo, mas a ideia era jantar cedinho e fazermo-nos à estrada com eles todos a dormir. Só que nas arrumações, fechar a casa e ir ao restaurante (já a caminho) atrasámos-nos... E ainda tínhamos 3 horas de viagem pela frente... A parte boa foi que eles dormiram toda a viagem e que chegámos bem a casa. A parte má é que me dói o corpo todo. A parte boa é que faço planos para assim que os deitar, lá para as 21, deitar-me também... sonho com a minha cama. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!